Workshop para alavancar confecção

 

Jorge Guimarães

A Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg) e o Sindicato da Indústria do Vestuário de Divinópolis (Sinvesd) decidiram, no início do ano, fomentar o setor apresentando um projeto de criar uma marca coletiva da cidade e região. A proposta foi apresentada, abrindo as portas para os empresários do segmento debaterem a construção da marca. Para tal, seria necessária a realização de planejamentos para a criação da identidade visual da marca e outros detalhes para que esta já nasça forte.

Bem aceito, o projeto tem como objetivo explorar ainda mais o polo do vestuário em Divinópolis e região, aumentando a participação da cidade dentro da indústria da moda ao atrair clientes não apenas pelas lojas, mas também pelo produto, com uma marca de qualidade, com o selo da cidade.     

Estratégia

A marca coletiva é uma estratégia para ampliar o valor percebido pelo público em relação ao produto produzido em Divinópolis, uma região tradicionalmente forte nos negócios da moda.

— Pretende-se trabalhar o desenvolvimento do setor como um todo, facilitando as relações positivas e produtivas entre as empresas e também com outros agentes, trazendo benefícios para todo o setor e para o desenvolvimento socioeconômico local — disse em nota o Sinvesd.

Cronograma

Para tanto, acontece hoje, na Fiemg, depois de alguns trabalhos já realizados, um workshop com empresários para escrita do regulamento da marca. No próximo dia 27, também acontece workshop com empresários para a avaliação do regulamento e apresentação das ações estratégicas. Em seguida, de abril até agosto, vai ocorrer o desenvolvimento da marca e material de comunicação, para que até setembro seja realizado o lançamento.

— O workshop de hoje à noite é um dos mais importantes, dentro dos demais, pois ele vai pontuar as diretrizes do projeto “Marca Coletiva”. E será um marco para o futuro do polo confeccionista de Divinópolis e região — destacou o presidente do Sinvesd, Marcelo Marcos Ribeiro.          

Contato

Todas as empresas da cadeia produtiva de confecção de vestuário na cidade podem participar. Os interessados, empresários, estudantes de moda e fornecedores podem entrar em contato pelo (37) 3222-3548 ou pelo 98803-6084 para solicitarem informações.

— Um projeto importante para confecção, pois irá qualificar e garantir a autenticidade da nossa marca no mercado e, com isto, conseguiremos resgatar a confiança dos clientes para o polo de confecção de Divinópolis — avaliou a proprietária da CH3 Moda Feminina, a empresária Eliana Aparecida Chagas.

Comentários
×