Vou aceitar

 Mesmo com pesar, o delegado Ivan José Lopes diz que aceitará o cargo de coordenador geral de Segurança na Superintendência de Informações e Inteligência Policial no Estado.  Ele foi nomeado pelo governador Romeu Zema (Novo) e teve o nome publicado na edição de ontem do Diário Oficial de Minas Gerais. “Triste por deixar a região Centro-Oeste, mas vou aceitar mais este novo desafio”, disse.

Servir

Ivan Lopes que estava há quatro anos à frente do 7º Departamento da PC, o qual comanda 50 cidades da região, disse que a partir de agora é seguir em frente e tentar servir à corporação em âmbito estadual. “Sentimento de missão cumprida. No mais, agradecer a lealdade dos colegas de todas as carreiras e também o apoio de outras forças policiais e da população”, resumiu. O delegado regional, Leonardo Pio, assume o comando regional interinamente.

Tudo como antes

Ao anunciar ontem, a escala de pagamento dos servidores estaduais, governador Romeu Zema (Novo) não fez nada diferente do governo anterior. Aliás, o salário referente a dezembro de 2018 conseguiu ficar ainda pior. Desta vez, serão três parcelas.  1ª parcela: dia 14, até R$ 2 mil para todos os servidores. A 2ª parcela ficou para o dia 21, isso até R$ 1 mil apenas para profissionais de Segurança e Saúde que recebem acima de R$ 2 mil e a 3ª parcela, dia 28. Ou seja, “tudo como dantes no quartel d'Abrantes”.

Local

Por aqui, as notícias são menos piores. A Prefeitura paga amanhã, uma parcela R$ 1,5 mil para todos os servidores municipais do salário de dezembro. O restante será quitado na medida em que o governo estadual for normalizando os repasses. Cá pra nós: se normalizar. Do jeito que está, melhor não ter expectativa para curto prazo. Como, enquanto há vida, a esperança não morre, deve chegar ao Município a quantia de R$ 102 milhões ainda do mandato anterior.

De 5ª categoria

Daí pra menos. A novela Arrascaeta/Cruzeiro/ Flamengo e o embate envolvendo Patrícia Lelis, ex- de Eduardo Bolsonaro e PC Siqueira são vergonhosos. Para não falar abaixo da crítica e digno de pena. O pior é que envolve “pessoas esclarecidas”. Será? Ao se ver o nível das conversas, as trocas de farpas, acusações e traições, podemos resumir o que virou boa parte do conteúdo das redes sociais, infelizmente.

Se lava em casa

Após ser tratado como rei no Cruzeiro, ser tido como herói pelos torcedores, Arrascaeta não passa agora de um interesseiro, mal agradecido e traidor. Isso é fato. Deixou ser picado pela mosca azul repleta de contaminação de empresários mercenários e larápios. Mas, “lavar as roupas sujas” na internet para ganhar ibope de analfabetos virtuais, como fez o presidente do Flamengo, aí já é demais. Ô inteligência e bom senso, cadê vocês? Fazem muita falta.

Sem comentários

O outro caso dispensa comentários. Lendo algumas postagens e assistindo a alguns vídeos sobre a separação do casal, os motivos, pastor/político no meio, fofoqueiros de plantão, conseguem superar qualquer fake news por mais esdrúxulas que sejam. É muita bobagem e vergonha para um assunto só. Será que isso tudo é carência de um assunto que realmente valha a pena? Está explicado por que tanta gente anda com algum tipo de distúrbio.

 

Comentários
×