Voos no aeroporto de Divinópolis têm novos horários

Jorge Guimarães

O aeroporto Brigadeiro Cabral tornou-se a cereja do bolo da atual gestão municipal. Depois de anunciada a ampliação da pista e construção de nova estrutura para passageiros e passar no fim de janeiro por inspeção realizada por uma equipe da Empresa Brasileira de Infraesturtura Aeroportuária (Infraero), agora, ganhará novos horários de voos da Azul Linhas Aéreas Brasileiras.

A partir de 2 de março, o voo que liga a cidade ao aeroporto Viracopos em Campinas/SP, será realizado mais cedo, para atender a pedidos de empresários e usuários da linha. Atualmente, os voos chegam à cidade às 15h e retorna as 15h30. Com as mudanças, o voo sai de Campinas as 9h35 e chega a Divinópolis às 11h, saindo de volta às 11h30, chegando em Campinas as 12h50. Sendo a frequência três vezes na semana, às segundas, quartas e sexta – feira.

— O remanejamento atende as solicitações de inúmeros empresários e usuários, pois o horário atual não agrada a todos, pois não dá para alinhar o horário com os compromissos a serem tratados na capital paulista ou mesmo em outras localidades. Com os novos horários, abrimos um novo ciclo de avanço econômico, social e cultural para Divinópolis e região — sintetiza o secretário de Desenvolvimento, José Alonso Dias, que trabalhou nos bastidores para que ele fosse alterado.    

Sucesso

O primeiro voo comercial do Brigadeiro Cabral, após as obras de ampliação, ocorreu no dia 6 de julho de 2015, quando o turboélice ATR-72, da Azul Linhas Aéreas, tocou o solo divinopolitano, em dia de festa para a cidade.

Vale ressaltar que 2016 foi o teste final sobre o sucesso ou não dos voos, e houve a consolidação da ligação do município com a cidade paulista. Segundo a Socicam, empresa que administra o aeroporto, em 2016 foram realizados pela Azul Linhas Brasileiras um total de 239 voos, com o embarque de 10.805 passageiros e desembarque de 9.942. Totalizando uma ocupação de 60,57% no decorrer do ano. Número este que se manteve, na média, ao longo do ano passado. 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Comentários
×