Vinda de secretário nacional a Divinópolis dá pontapé ao programa PAC Saneamento

Após duas décadas de espera, o início das obras parece mais próximo

Matheus Augusto

Os moradores de diversos bairros de Divinópolis estão mais próximos de verem melhorias estruturais em suas regiões. Após anos de negociação entre governo municipal e federal, finalmente foi autorizada e assinada a ordem de serviço para o reinício das obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) Saneamento ‒ paralisadas há cerca de dez anos. A assinatura da ordem ocorreu nesta quarta-feira, 5, durante a inauguração da Estratégia Saúde da Família (ESF) Maria Lúcia Gregório, no bairro Terra Azul.

Entra e sai ministro

O articulador do processo foi o deputado federal Domingos Sávio (PSDB). Presente no evento, ele citou as dificuldades para convencer o governo federal a retomar as obras.

— Muitas das vezes, as pessoas pensam que basta um deputado chegar no ministério e no dia seguinte libera. Infelizmente, não é assim. A gente representa o povo e luta por ele, mas tem algumas coisas que são mais complicadas, e com isso acaba tendo um sabor melhor a vitória — citou.

Um dos ponto de virada no cenário pessimista foi a mudança de governo. O deputado contou que, há cerca de quatro anos, foi com o prefeito até o ministério. Na oportunidade, eles foram informados que deveriam desistir, pois a obra estava paralisada há dois anos e, neste caso, um portaria determinava o cancelamento no contrato.

— Nós não aceitamos aquilo. Foi necessário o ministério mudar a portaria para atender nossa reivindicação para o povo de Divinópolis, em especial do Terra Azul, do Grajaú, São Simão e de todos esses bairros que serão beneficiados — contou Domingos.

Com a revogação da portaria, foi preciso mais tempo para elaborar novos projeto e convencer os técnicos e o Ministério Público Federal (MPF) ‒ que, naquele momento, questionava a viabilidade e necessidade da retomada da obra. 

— O problema é que não depende apenas de nós, mas dos outros. Eu não parei, não desisti, e a comunidade também não desistiu, por isso eu também quis compartilhar com os líderes comunitários, com a população que teve paciência e persistência e continuou cobrando — celebrou.

O presidente da associação de moradores do bairro Terra Azul, José Carlos, celebrou a assinatura do contrato, apesar de lamentar a demora para o reinício das obras.

— A necessidade é para todos. Do Santos Dumont até aqui, no Terra Azul, a condição é bem ruim. Agora, com a assinatura, eles nos prometeram que vão começar semana que vem. Temos que parabenizar, apesar da demora — afirmou.

No primeiro momento, porém, a prioridade deve ser a pavimentação das ruas que fazem parte do trajeto do transporte coletivo.

— Apenas a linha de ônibus será beneficiada por enquanto. Então depois que serão feitas as intervenções nas outras áreas, mas já está bom demais — explicou.

União

Domingos Sávio ainda aproveitou a oportunidade para criticar os oportunistas que se autoclassificam como os responsáveis pela resolução do problema.

— A verdade é uma só: nós trabalhamos muito, durante muitos anos, não desistimos e o resultado está aí, em benefício de toda a população — complementou.

Ele falou sobre a importância de os políticos, em vez de criarem atritos políticos, se unirem em prol de soluções.

— É um testemunho de que, quando a gente une forças em favor da cidade, quem ganha é a população, indiferente de partido político. Nós não temos nenhuma ligação político-partidária com o prefeito Galileu, mas temos trabalhado em favor de Divinópolis — finalizou.

Como anunciado pelo ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, o secretário nacional de Saneamento, Pedro Ronald Maranhão Braga Borges, esteve na cidade nesta quarta-feira, para a assinatura da ordem de serviço. O ministro se reuniu na última quinta-feira, 27, com o deputado e o prefeito para autorizar a obra. 

O secretário também falou sobre a necessidade de os políticos unirem forças para beneficiar seus municípios.

— Isso aqui é fruto do que acontece quando a gente vê homens de bem e gestores públicos se unindo em prol do município e deixam as divergência políticas e partidárias de lado. As coisas resolvem — valorizou.

Pedro Maranhão ainda ressaltou que, ao ser procurado por Domingos e Galileu, buscou viabilizar os recursos para melhorar as condições estruturais dos bairros contemplados.

Na próxima semana

O prefeito Galileu Machado (MDB) também marcou presença no evento e, assim como o deputado, destacou a importância do deputado federal em buscar a articulação, mesmo com a constante troca de ministros.

— Até a chegada do Rogério Marinho e o Pedro Maranhão, que nos ajudaram demais para que essa obra se tornasse realidade — agradeceu.

Ainda segundo o prefeito, as obras poderiam começar hoje, mas, devido à necessidade de planejamento, elas devem se iniciar na próxima semana.

PAC

Conforme detalhou a Prefeitura anteriormente, serão investidos mais de R$ 16 milhões: R$ 6.366.668,96 para execução das obras de sistema de esgotamento sanitário nos bairros Jardinópolis, Floresta e Jardim Real; e R$ 9.027.370,68 para drenagem e pavimentação nos bairros Terra Azul, Costa Azul, Grajaú e São Simão.

Comentários
×