Villa joga para a torcida

 

José Carlos de Oliveira

Em sua página no Facebook, na tarde de ontem, a diretoria do Villa Nova Atlético Clube, de Nova Lima, fez comunicado a seus torcedores dando conta de que o time conseguira liminar no Tribunal de Justiça Desportiva (TJD), da Federação Mineira de Futebol, e permanece no Módulo I do Campeonato Mineiro para 2020.

Segundo a nota do clube de Nova Lima, “nesta quinta-feira, 25, o Tribunal de Justiça Desportiva (TJD) da FMF, em decisão proferida pelo auditor Tarso Duarte de Tassis, concedeu efeito suspensivo ao recurso interposto pelo Villa Nova contra a decisão que o rebaixou à Segunda Divisão. Com isso, o clube de Nova Lima volta à divisão de elite do futebol Mineiro, até o julgamento do mérito do recurso pelo Tribunal Pleno do TJD, prevalecendo, assim, o resultado alcançado dentro dos gramados”.

Prevalece o julgamento

Na prática, de nada vale o efeito suspensivo. Com o Mineiro encerrado e só devendo retornar à disputa na edição do ano que vem, o resultado definitivo sairá somente com a decisão do Tribunal Pleno do TJD, que a princípio deve acontecer na próxima semana, no dia 30. A pauta dos julgamentos ainda não foi confirmada.

A liminar suspende temporariamente os efeitos do julgamento, mas não anula o resultado dele, que foi a derrota do Villa Nova por 4 votos a 1, por ter escalado de forma irregular o jogador Pinguim em jogos do Campeonato Mineiro.

O Villa Nova foi punido com a perda de 16 pontos, sendo 12 pelos jogos em que o atleta entrou em campo – contra América, Guarani, Cruzeiro e Patrocinense – além dos quatro pontos que conseguiu em campo, no empate sem gols com o Guarani e na vitória sobre o Patrocinense, e caiu para a lanterna do estadual, com -5 pontos.

 

Comentários
×