Vilar fecha o gol e evita primeira vitória do Guarani no Mineiro

José Carlos de Oliveira

O Guarani continua sem vencer no Campeonato Mineiro 2019. Na tarde deste sábado, 9, o alvirrubro ficou no empate sem gols com o Tupi de Juiz de Fora, em duelo disputado no estádio Waldemar Teixeira de Faria, em Divinópolis.

Com o resultado o Bugre foi a quatro pontos ganhos e permanece na 9ª posição na tabela, podendo perder posições ao término da rodada. Este é quarto empate do time em seis rodadas no estadual, tendo perdido duas vezes, para Cruzeiro e Atlético.

A arbitragem do jogo foi de Ronei Cândido Alves, sendo auxiliado pelos bandeirinhas Guilherme Dias Camilo e Pedro Araújo Dias Cotta. O público da partida foi de 1.942 torcedores pagantes, com renda de 22 mil e quinhentos reais.

Agora o Guarani segue para duas partidas fora de casa pelo Módulo I. Na próxima rodada, a 7ª da fase de classificação, o adversário será a Patrocinense, em duelo marcado para o estádio Pedro Alves do Nascimento, em Patrocínio, no domingo, 17, às 16h. No outro fim de semana, o Bugre joga em Juiz de Fora, no estádio radialista Mário Helênio, domingo, 24, às 11h, contra o Tupynambás.

Vilar fecha o gol

No jogo deste sábado, no Farião, o Guarani fez sua melhor apresentação no Campeonato Mineiro deste ano. Buscou o gol os noventa minutos, criando inúmeras oportunidades para tirar o zero do placar, mas seus atacantes pararam no goleiro Ricardo Vilar, que fez pelo menos quatro defesas milagrosas, e segurou m o resultado em branco.

As equipes

O técnico Gian Rodrigues escalou o Guarani para começar o jogo com: Leandro; Yuri, Elder, Paulão e Magalhães; Renato Xavier, Alemão e Ewerton Maradona; Paulo Morais, Douglas Santana e Pedrinho. Ainda entraram na partida Charles no lugar de Paulo Morais, no intervalo, e Leomir na vaga de Douglas Santana aos 29 minutos do segundo tempo.

O Tupi do técnico Gerson Evaristo jogou com: Ricardo Vilar; Afonso, Thiago, Aislan e Emerson; Max Carrasco (Fábio Henrique), Eduardo Nardini (Saulo), Baiano e Nélio; Romarinho e Gabriel Costa (Hugo Rageli).

Comentários
×