Vigilância Sanitária fiscalizou quase 50 bares e festas clandestinas no fim de semana em Divinópolis

Da Redação

A Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), por meio da Diretoria de Vigilância em Saúde, divulgou o balanço do plantão fiscal da Vigilância Sanitária realizado no último fim de semana. Foram realizadas 49 fiscalizações em bares e festas clandestinas com o objetivo de coibir aglomerações de pessoas.

A Vigilância Sanitária recebeu ao todo 53 denúncias, 40 por telefone e 13 pelo aplicativo App Divinópolis. As equipes de fiscais lavraram oito infrações e realizaram duas interdições em estabelecimentos que descumpriram as medidas preventivas em relação ao coronavírus que estão em vigor.

A gerente de Vigilância Sanitária, Tatiane Freitas, advertiu que os comerciantes e empresários devem cumprir com as medidas.

— O não cumprimento pode acarretar interdição cautelar até que a irregularidade se corrija ou interdição por tempo indeterminado — ressaltou.

De acordo com Érika Camargos, diretora de Vigilância em Saúde, não é preciso ser reincidente na infração.
 
— Se não cumpre com as normas, o estabelecimento é já infracionado. Se voltar a descumpri-las, será novamente infracionado — informou.

Para evitar o descumprimento das determinações, a Semusa oferece aos cidadãos, que tenham conhecimento de violações, dois canais de denúncias: WhatsApp da Vigilância Sanitária (37) 99111-0030 e o App Divinópolis, no qual chamados podem ser abertos na aba “Coronavírus”.

 

Comentários
×