Vice-prefeito inspeciona nascentes ameaçadas por queimadas e lixo

Cursos d’água no São Judas fazem parte de um dos maiores afluentes do rio Itapecerica

 

Da Redação

Acompanhado por representantes de entidades de proteção ao meio ambiente, o vice-prefeito de Divinópolis, Rinaldo Valério (PV), visitou durante a manhã de sábado (23) algumas nascentes de água no bairro São Judas que sofrem com a degradação causada por lixo e queimadas. Os cursos d’água fazem parte de um dos maiores afluentes do rio Itapecerica, que compõe o complexo de mananciais hídricos que alimentam e formam o córrego Catalão.  A ação foi solicitada e organizada pela Associação Nascentes Bela Vista (ANBV) com apoio do Grupo Ecológico Nova Era (Gene).

As nascentes ficam em uma região considerada como estratégica, rara e de configuração hidrogeológica única, associadas à cobertura vegetal e a formações rochosas que garantem água limpa mesmo nos tempos atuais. Após inspecionar os locais, Rinaldo disse que o governo se compromete a reunir esforços para reduzir os danos ambientais.

— Temos de ter compromisso com essas nascentes, com essa área tão privilegiada dentro da cidade. É uma área importantíssima. Um capital natural e um patrimônio dos divinopolitanos que precisa ser conservado. Comprometo-me a unir forças com a secretaria de Meio Ambiente, promotoria, Copasa e ONGs e buscar parceiros junto à iniciativa privada para ajudar nesta preservação — afirmou.

Evandro Luiz Rodrigues, da Associação Nascentes Bela Vista, destacou a importância do ato que foi assinado.

— É um marco histórico para a preservação e conservação desta área, dada sua importância. É um reconhecimento do poder público — ressaltou.

O presidente da ANBV, Darly Salvador, disse que a inspeção já está na pauta do Plano Diretor.

 — Que é a preservação de algumas áreas como esta aqui. Ela é a cabeceira do córrego Catalão, com muitas nascentes — finalizou.

 

Comentários
×