Vice-prefeita assumirá secretaria

Vereadora comandará postos da pasta de Governo; dupla começa a organizar processo de transição com atual Administração

Matheus Augusto

Divinópolis está a pouco mais de um mês de ver a política local mudar. Além de 52,3% de renovação na Câmara, com apenas seis dos 17 vereadores reeleitos, a Prefeitura estará sob nova direção. Galileu Machado (MDB) e Rinaldo Valério (DC) deixam os cargos de prefeito e vice, respectivamente, para Gleidson Azevedo e Janete Aparecida, ambos do PSC. O Agora conversou com os recém-eleitos sobre as perspectivas para os próximos anos.

“Vamos juntos”

Conforme os dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), com todas as urnas apuradas, Gleidson recebeu 38.566 votos (34,30%) ‒ 73.855 votaram em outros concorrentes. Ao todo, 126.700 eleitores comparecem às urnas: 112.421 pessoas votaram em algum candidato; outras 14.279 votaram nulo ou branco. Neste ano, abstenção foi de 37.733. Os números para ele, porém, não importam. Seu governo, argumenta, será para todos, e não apenas para aqueles que o ajudaram a ser eleito.

Agradeço aos 38 mil eleitores que votaram em mim, mas quero deixar claro que o Gleidson vai governar para os 240 mil habitantes. Agora somos todos nós para podermos reconstruir Divinópolis — afirmou.

Apesar dos problemas internos do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em divulgar a apuração, o então candidato não estava apreensivo. 

— Com toda a humildade, no decorrer da campanha, nesses 45 dias, pelo clamor da população, a gente já sentia que teríamos grandes chances de sermos eleitos. Domingo apenas concretizou não um trabalho de 45 dias, mas de sete meses que eu e a Janete estamos trabalhando, rodando todos os bairros, toda a cidade. E, com certeza, concretizou com essa vitória não do Gleidson e da Janete, mas do povo, porque agora o prefeito de Divinópolis, o Gleidson, é o prefeito do povo — se definiu.

A vitória, porém, ainda não é digna de celebração, segundo ele.

— Eu estou bastante feliz, mas eu não vou comemorar nada. Eu só vou celebrar quando os postos de saúde em Divinópolis estiverem funcionando, tiver remédio na farmacinha, o hospital regional estiver concluído, o transporte público estiver funcionando, a Copasa levar água para o povo de Divinópolis... Só assim eu vou comemorar. Agora, não. Agora, a gente está trabalhando e o divinopolitano pode ter certeza que daqui pra frente é só trabalho — explicou.

Próximos passos

Ainda resta pouco mais de um mês antes de Gleidson assumir definitivamente a cadeira do Executivo. Os preparativos, porém, começaram. Ele contou já ter agendado uma reunião com a atual Administração para conhecer melhor o panorama a ser gerido.

— Já está marcada, eu acho que para quinta-feira, para conversar com o Galileu e a equipe dele para gente poder fazer essa transição da melhor maneira possível — comentou.

O irmão do deputado estadual Cleitinho Azevedo (CDN) ainda não descartou a permanência de determinados secretários em sua administração.

— A gente está estudando, sim. E desses secretários, com certeza, dois ou três a gente pretende manter no nosso governo de 2021-2024 — complementou.

Seus objetivos primários para o Executivo é moralizar e reduzir o poder público.

— A prioridade como gestor é administrar Divinópolis: enxugar a máquina pública, moralizar a Prefeitura, acabar com os cabides de emprego e fazer uma gestão de fora para dentro — destacou.

Por fim, o eleito agradeceu a todos os divinopolitanos, e disse estar de braços abertos para dialogar com empresários e até mesmo os candidatos que concorreram com ele “para contribuir com a gestão do Gleidson”.

— Eu sou um prefeito do povo e quem vai mandar em Divinópolis é o povo — finalizou.

Vereadora, vice e secretária

Dos cargos em disputa nesta eleição, três mulheres foram eleitas: Lohanna França (CDN) parlamentar mais votada na história da Câmara e Ana Paula do Quintino (PSC), no Legislativo; e Janete Aparecida no Executivo. Atualmente, Janete é vereadora e deixará o cargo para assumir as responsabilidades de vice-prefeita e também secretária.  

A presença feminina na eleição foi elogiada pela vice, que agradeceu a participação de Laiz Soares (Solidariedade), Professora Maria Helena (PT) e Andreia Rabelo (PDT) no pleito e elogiou as vereadoras eleitas. 

— A gente tem que valorizar a coragem da mulher em participar — comentou.

Eleita, ela agora segue o seu trabalho no Legislativo para, no próximo ano, começar no novo cargo em busca de cumprir as promessas de campanha.

— Nós, mulheres, estamos acostumadas com jornada tripla, não é nem dupla. Eu pretendo manter nesse formato, porque se você colocou o seu nome à disposição para servir o povo de Divinópolis tem que ser com coerência, tranquilidade e trabalho.Como eu ainda estou no mandato de vereadora até o dia 31, eu tenho que fazer valer esse mandato, e depois, a partir do dia 2, trabalhar pela melhora de Divinópolis — citou.

Janete anunciou ainda que contribuirá diretamente para a gestão ao assumir uma das pastas.

— Estarei assumindo a secretaria de governo para ajudar o Gleidson de forma efetiva. Estamos trabalhando e compondo a equipe de transição para realmente fazer a diferença em Divinópolis — acrescentou.

Assim como Gleidson, ela agradeceu o apoio recebido durante e após a campanha.

— Eu quero agradecer a todos os cidadãos divinopolitanos. Para nós, é muito importante a confiança de cada um de vocês. Podem ter certeza que estaremos representando cada um com muita dignidade, respeito. Vocês, comerciantes, empresários, serão muitos importantes, assim como as entidades e a imprensa, porque em uma gestão participativa é necessária abertura para todos — declarou.

Ela ainda citou a necessidade de dar tratamento isonômico aos parlamentares.

— Na Câmara, no Legislativo, a gente pretende abrir diálogo, conversar com todos e, principalmente, ter a participação de todos de maneira igualitária, atendendo a todos acabando com qualquer tipo de negociação e perseguição — complementou.

Janete também reforçou o compromisso do prefeito eleito em ouvir as demandas do povo.

— Nós, políticos, somos empregados do povo, e é pelo povo que faremos a diferença em Divinópolis — finalizou.

Resultado

Confira o resultado final da apuração para prefeito: 

Gleidson Azevedo (PSC) - 38.566 votos (34,30%);

Fabiano Tolentino (CDN) - 29.391 (26,14%);

Laiz Soares (Solidariedade) - 21.514 (19,14%);

Marquinho Clementino (Republicanos) - 4.751 (5,34%);

Sargento Elton (Patriota) - 4.300 (4,83);

Galileu Machado (MDB) - 3.792 (4,26%);

Will Bueno (PP) - 2.552 (2,87%);

Professora Maria Helena (PT) - 2.151 (2,42%);

Iris Moreira (PSD) - 739 (0,83%).

Comentários
×