Vereadores visitam e elogiam obras da ETE

Previsão é de entrega da Estação de Tratamento de Esgoto é para dezembro deste ano

Da Redação

Vereadores de Divinópolis visitaram na segunda-feira, 12, as obras da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) da bacia do rio Itapecerica, realizadas pela Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa). Participaram da visita Renato Ferreira (PSDB), Janete Aparecida (PSD), Zé Luiz da Farmácia (PMN) e Nêgo do Buritis (PEN).

— Pelo que vimos, a obra será entregue no prazo determinado, o que será ótimo para a cidade, pois finalmente teremos o início da despoluição do Itapecerica. Continuaremos visitando e fiscalizando o trabalho — disse Janete Aparecida.

Durante a visita, o superintendente de Operação Centro-Oeste da companhia, João Martins, explicou como será o funcionamento da unidade e todos os processos pelos quais o esgoto passará, desde sua coleta até a chegada na estação. Os parlamentares ficaram surpresos com o andamento das obras.

— Quando estivemos aqui pela primeira vez, o terreno estava apenas na terraplanagem. Agora, vemos que a obra está bem adiantada — afirmou Nêgo do Buritis.

— Está sendo feito um excelente trabalho. Fiquei surpreso por ver como a obra está adiantada e com o processo que será realizado aqui — acrescentou Zé Luiz da Farmácia. 

Obras

No início de março, a Copasa informou ao Agora que já foram construídos 6.130 metros de redes coletoras, 74.400 metros de interceptores, 14 travessias e dez estações elevatórias.

As obras já saíram do entorno da Cachoeira do Caixão e avançaram rumo ao bairro Jardim das Oliveiras. Segundo a Copasa, os córregos da região já foram todos canalizados.

ETE

De acordo com a Copasa, a obra da ETE em Divinópolis é um dos maiores empreendimentos de esgoto em Minas Gerais. Junto com o Sistema de Esgotamento Sanitário da Bacia do Rio Pará, em operação desde 2013, a estrutura garantirá o tratamento de 100% dos efluentes coletados na cidade.

Com investimentos na ordem R$ 143 milhões, a estação terá capacidade de receber tratar 400 litros de efluente por segundo (l/s). Inicialmente, as obras deveriam ter sido finalizadas em 2016. No entanto, segundo a Copasa, a expectativa é que a ETE seja entregue em dezembro deste ano.

O adiamento foi um dos motivos que geraram a abertura de uma CPI na Câmara Municipal de Divinópolis e também fez com que fosse realizada uma audiência na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG). A população da cidade paga pelo tratamento de esgoto há mais de dois anos.

Comentários
×