Vereadores em Nova Serrana são alvos de operação e afastados

Da Redação

Seis vereadores em Nova Serrana são alvo de investigação do Ministério Público (MP). Eles são suspeitos de um esquema de contratação de assessores fantasmas. A ação foi desencadeada nesta terça-feira, 7, pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do MP, juntamente com a Polícia Civil.

Até por volta das 8h, haviam sido cumpridos 13 mandados de busca e apreensão na casa dos edis, nos gabinetes e no departamento pessoal da Câmara Municipal.

São investigados o presidente Casa, Omar Santos (Pros), o vice-presidente Valdir Rodrigues, conhecido como Valdir das Festas Juninas (PCdoB), Juliano Boa Vista (PSL), Gilmar Martins, conhecido como Gilmar da Farmácia (PV), Adair Lopes, conhecido como Adair da Impacto (Avante) e Waldir Mecânico (PCdoB).

As investigações começaram em abril e já foram apreendidos documentos uma arma foi encontrada em um dos gabinetes. Não se sabe ainda, a qual vereador ela pertence.

Será realizada mais tarde, uma coletiva com todos os detalhes da operação.


Comentários
×