Vereadores aprovam lei que prioriza cadeirantes em elevador em Divinópolis

 Pollyanna Martins

Os vereadores aprovaram na terça-feira, 6, o Projeto de Lei Ordinária do Legislativo (PLCM) 152/2017, que determina a colocação de placa de prioridade de uso dos elevadores de shopping centers, prédios públicos e comerciais em Divinópolis. A proposta, de autoria do vereador Eduardo Print Júnior (SD), foi aprovada por unanimidade e seguiu para sanção do Poder Executivo. Segundo o parlamentar, o projeto foi elaborado com o intuito de conscientizar a população. Eduardo relatou que já presenciou cenas em prédios comerciais, onde cadeirantes tiveram de esperar para entrar no elevador.

– Eu vi, em algumas situações, o cadeirante não entrar no elevador, porque não o cabia, ele ceder a sua vez e esperar o elevador voltar para ter acesso – contou.

Segundo o parlamentar, após presenciar o fato em diversas circunstâncias, ele entrou em contato com o presidente da Associação dos Deficientes do Centro-Oeste de Minas (Adefom), Luciano Zeferino Saldanha, para discutir a elaboração do projeto. Em seu artigo primeiro, a proposta estabelece que “É obrigatória a colocação de placa fixada na entrada dos elevadores de shopping center, prédios públicos e prédios comerciais, dispondo sobre a prioridade de uso dos equipamentos para idosos, gestantes, pessoas com criança de colo, carrinho de bebê, deficientes físicos com dificuldade de locomoção e cadeirantes”.

Será afixada uma placa 30x10 cm ao lado dos elevadores, dando a ciência para as pessoas que a preferência é do cadeirante, do idoso, da gestante, da pessoa com necessidade especial.

O projeto foi aprovado por unanimidade pelos vereadores e seguiu para ser sancionado pelo Poder Executivo. O parlamentar acredita que o prefeito Galileu Machado (MDB) não terá problemas em sancionar a matéria, por ser de cunho educativo.

– O projeto não gera custo para o Município, e é para conscientização da população mesmo – destaca o autor.

Ação

O vereador informou que pretende fazer uma ação de conscientização no Shopping Pátio em parceria com a Adefom, caso o projeto seja sancionado pelo Poder Executivo, para dar publicidade à lei.

– Nós queremos fazer um panfleto educativo como forma de disciplinaras pessoas. Fazer com que elas respeitem não só o cadeirante, mas também os idosos, as gestantes e todos aqueles em situação de vulnerabilidade.

 

Comentários
×