Vereador quer proibir canudo plástico em Divinópolis

Pollyanna Martins

O vereador Rodrigo Kaboja (PSD) quer proibir o fornecimento de canudo plástico em Divinópolis. Para tanto, protocolou o projeto de lei 076/20148.

A proposta prevê a proibição de fornecer canudo de material plástico aos clientes de hotéis, restaurantes, bares, padarias, entre outros estabelecimentos comerciais. A proposta entrou para votação na reunião ordinária de ontem, mas foi sobrestada por 60 dias, após o pedido do vereador Eduardo Print Júnior (SD).

O artigo segundo do projeto de lei estabelece que, no lugar dos canudos de plásticos, poderão ser fornecidos canudos em papel reciclável, material comestível, ou biodegradável, embalados individualmente em envelopes hermeticamente fechados feitos do mesmo material.

Na justificativa da proposta, Kaboja argumenta que a finalidade do projeto é combater o descarte de materiais plásticos, que causam grande impacto ambiental. De acordo com o vereador, o canudo plástico é um dos problemas ecológicos contemporâneos mais urgentes.

Ainda segundo Kaboja, não faltam alternativas para substituir os canudos de plástico, que podem ser feitos de metal — aço inox, entre outros — vidro, papel ou mesmo material comestíveis.

— Com a presente proposta de lei, espera-se que novos produtos mais sustentáveis sejam promovidos e, com isso, Divinópolis reduza a produção de resíduos danosos ao meio ambiente — justifica.

 

 

Comentários
×