Vendas nos supermercados ficam estagnadas em outubro

 

Pablo Santos e Jorge Guimarães

As vendas dos supermercados da região ficaram estáveis em outubro. O resultado do Centro-Oeste acompanhou o desempenho de Minas Gerais, de acordo com dados Termômetro de Vendas, pesquisa da Associação Mineira de Supermercados (Amis).

Conforme a pesquisa mensal da Amis, as vendas dos supermercados do Centro-Oeste cresceram 0,09% em outubro na comparação com setembro.  O Triângulo Mineiro registrou o melhor resultado entre as regiões analisadas pela Amis: 0,36%.  No Rio Doce cresceu 0,24% e na Zona da Mata a alta foi de 0,23%.

No Sul de Minas a alta foi de 0,14% e, na Região Central, 0,06% e no Norte/Nordeste ficou praticamente estável com leve aumento de 0,01%, conforme a Amis.

No geral, em outubro sobre setembro, o resultado dos supermercadistas de Minas Gerais ficou praticamente estável, com crescimento de 0,12%.

Os empresários do setor esperavam um resultado melhor.

— Embora no ano passado tenha ocorrido o contrário, o mês de outubro normalmente supera setembro em vendas. Por isso, era esperado um desempenho melhor pelos empresários, o que não ocorreu por fatores como os dois domingos (7 e 28, dias da eleição), quando o setor não pôde vender bebidas alcoólicas. Esta categoria representa importante fatia no faturamento dos supermercados, além de puxar as vendas de outros itens, como carnes, por exemplo — afirmou em nota a Amis.

Outro motivo para influenciar foi o calendário.

— Há também o fato de, apesar de 31 dias, outubro ter tido quatro fins de semana contra cinco em setembro — destacou a nota.

Até o mês de outubro, o setor supermercadista mineiro acumula crescimento de 2,83% nas vendas, em relação ao mesmo período do ano passado. Este resultado, apontado pelo Termômetro de Vendas, pesquisa da Associação Mineira de Supermercados (Amis), já atinge as projeções da entidade de fechar o ano com expansão de 2,80%.

Acumulado

Até outubro, o setor supermercadista mineiro acumula crescimento de 2,83% nas vendas em relação ao mesmo período do ano passado. O resultado fica perto das projeções da entidade de fechar o ano com expansão de 2,80%.

Já na comparação de outubro deste ano com o mesmo mês de 2017, a expansão é de 3,92%.

Geração de emprego

Quatro lojas supermercadistas foram inauguradas em Minas na última quinta-feira, 29.  Essas inaugurações fazem o setor se aproximar do número de lojas previstas para serem abertas neste ano, segundo dados da Amis. Pelas projeções da entidade, as novas unidades no setor este ano devem ser de pelo menos 60, com a geração de sete mil postos de trabalho. Até a primeira quinzena de outubro, últimos dados disponíveis, 43 lojas já haviam sido inauguradas e 4,7 mil empregos gerados. Geralmente, as empresas concentram as inaugurações no último trimestre do ano.

Contratações temporárias

A Associação Mineira de Supermercados está apostando no crescimento na casa dos 2,5% até o fim do ano, na comparação com o mesmo período do ano anterior. Esta perspectiva inclui redes de supermercados de diferentes cidades mineiras, inclusive Divinópolis, Sete Lagoas, Montes Claros, Juiz de Fora e Uberlândia.  Boa parte destes profissionais é contratada pela indústria para reforçar o atendimento no ponto de venda na sazonalidade. Assim, o setor contribui direta e indiretamente com a expansão de vagas.

Perfil

O perfil dos colaboradores temporários é composto, principalmente, de promotores de venda, repositores, pessoal de atendimento, operadores de caixa e embaladores, além de profissionais das áreas de açougue e de padaria.  Cerca de 15% desses temporários são integrados de forma definitiva ao quadro da empresa.

Comentários
×