Vendas no calor aquecem o mercado

Previsão para os próximos 15 dias é de temperaturas médias de 30°

Da Redação 

A onda de calor que assolou Minas Gerais e o país inteiro nos últimos dias provocou aumento na procura por ventiladores, climatizadores e ar-condicionado nas lojas de departamento em Divinópolis. Com temperaturas, em média, na casa dos 36°, o divinopolitano teve que se virar em meio a uma pandemia e também com a falta de água em vários bairros da cidade. Situação que deve minimizar ao longo desta semana, segundo o Climatempo, que  prevê os próximos dias da semana com sol com muitas nuvens durante o dia, com períodos de nublados com pancadas de chuvas a qualquer hora. A temperatura média nos próximos 15 dias vai ser na média de 30°. 

Vendas 

Mas mesmo com uma provável pequena queda nas temperaturas, a procura pelos aparelhos está tão grande que algumas lojas já reforçaram os pedidos para que não faltem os produtos. 

De acordo com informações de um gerente de uma dessas lojas na cidade, as vendas neste ano já cresceram 50% em relação ao ano passado e podem superar ainda mais até o fim do verão. Segundo ele, não só ventiladores, mas climatizadores e ares-condicionados têm tido boas saídas. 

— Toda remessa de ventiladores que recebemos tem saída imediata. Estamos vendendo uma média de 30 ventiladores por dia — revelou o gerente Kleber Silva.

Ele contou ainda que a matriz já está nos preparativos da Black Friday e Natal e vem com muitas novidades.

— A matriz já está com todas as diretrizes prontas para as campanhas destas duas datas. Vamos vir com ótimas promoções principalmente na linha branca e na de eletroeletrônicos — definiu. 

Preços

Nos diversos pontos de vendas cidade, há ventiladores com preços para todos os bolsos. Vai depender do tipo e marca que o consumidor levará para casa. Mas um produto de marca tradicional no mercado está, em média, de R$ 199,00 a R$ 249,00, na promoção. Há também aparelhos mais conta, como o ventilador de mesa, que sai por R$ 89,99.

Calor

A comerciária Glicia Ferreira disse que o calor está insuportável, ainda mais com os muitos pernilongos agitando as noites dentro de casa.

— Já não bastasse o calor, temos que aguentar esses insetos. Está difícil, mas agora que adquiri mais um aparelho, vamos ver se resolvemos o problema — disse. 

Comentários
×