Vendas do Dia do Pais ficam dentro do esperado

Restaurantes cheios marcaram o domingo na região central da cidade

Da Redação

Conforme o esperado pelo empresariado da cidade, as vendas foram dentro do esperado para o Dia dos Pais. O otimismo e as ações preparadas para a primeira data comemorativa do segundo semestre fizeram com que a esperança por dias melhores prevaleça nas próximas datas. Mas fontes revelaram ao Agora que o falado entre os comerciantes é que, se não houver união entre empregado, empregador e associações, os resultados podem não ser os esperados. 

— Estamos começando o segundo semestre e já é hora de pensarmos em ações visando o Natal e o Réveillon, pois toda estratégia montada para datas sazonais tem que ser trabalhada com antecipação. De minha parte, já estou focado neste sentido e assim esperamos também que as associações de classe já comecem a se movimentar — avaliou o empresário Lécio Vasconcelos.

Presentes

Os itens mais procurados foram novamente os calçados e roupas. E, especialmente para os pais esportivos, as opções de escolha foram as mais variadas. 

— As vendas tiveram um acréscimo de 4% em relação ao mesmo período do ano passado. Mas, para alcançarmos nossos objetivos, além das estratégias das redes sociais, contamos muito com a ajuda de nossos colaboradores. A camisa oficial do Atlético foi o presente mais procurado, seguido de tênis, bermudas e chinelos — avaliou o gerente de loja de material esportivo, Marcelo Naves.

Já para a empresária Cláudia Silva, do ramo de calçados, as vendas foram dentro do esperado.

— As vendas foram dentro da margem que nós propomos. Fizemos uma promoção bem feita e com preços atrativos, que deu bastante certo e que poderemos repetir em outras ocasiões. Agora é receber as novas coleções de primavera/verão e pensar em futuras estratégias de vendas, não largando de lado a tradicional liquidação que é um grande aliado em épocas sazonais — analisou a empresária.

E, seguindo esse pensamento, outros empresários já estão já anunciando, em suas vitrines, as cores na nova estação.

— Realizamos uma liquidação de sucesso e agora é só esperar as novas coleções chegarem, nos próximos dias — disse a atendente de loja de roupas femininas, Eliene Pinheiro. 

Prestação de serviços

Quem também não pode reclamar das vendas são os restaurantes, pelo menos os da área central. No domingo, em um tradicional, não havia uma só mesa desocupada e com direito a fila de espera durante o transcorrer do dia.

— Tivemos um ótimo dia de domingo, com os clientes comparecendo em grande número. Ainda bem que nosso estoque estava organizado e não faltou nenhum item para o atendimento de todos. Que venham dias melhores neste segundo semestre para que possamos recuperar um pouco o perdemos com este abre e fecha do comércio. E contar também com a ajuda de todos para que a cidade consiga permanecer na onda verde para que possamos ter um fim de ano de mais tranquilidade nos negócios  — disse o empresário Rolando Meneses.

Comentários
×