Vendas de motos perdem fôlego e caem pela metade em Divinópolis

 

Pablo Santos

 O número de motocicletas novas nas ruas de Divinópolis perdeu fôlego em 2017. O Sindicato dos Concessionários e Distribuidores de Veículos de Minas Gerais (Sincodiv) confirma uma redução de quase 25% no volume de motos emplacadas no ano passado frente ao exercício anterior. Numa outra frente de comparação 2015 para 2017, o mercado de duas rodas encolheu 51,4%. Já os licenciamentos de carros ficaram praticamente estáveis de um ano para o outro.

Em 2017, as ruas da cidade receberam 733 motos novos. Maio foi o mês com maior destaque: 97 unidades foram licenciadas. Fevereiro teve menor número de veículos com duas rodas emplacadas em Divinópolis: 40. Maio e setembro tiveram 45 cada.

Os números do ano passado ficaram bem menores quando se confronta com 2016. Se foram 733 motocicletas para as ruas no ano passado, em 2016 a cidade recebeu 981 veículos de duas rodas. Comparando os dois períodos, o declínio vertiginoso de 24,51%, conforme os números divulgados pelo Sincodiv.

Para se ter uma ideia de 2016, em janeiro daquele período, foram 131 motos e, em março, outras 127.

Se 2016 foi um ano com números superiores nos emplacamentos há dois anos, os licenciamentos foram ainda maiores, 61%. De acordo com os dados do Sincodiv, a cidade emplacou 1.505 em 2015. Em março daquele ano, por exemplo, a cidade ganhou 176 novas veículos de duas rodas, afirmou o Sincodiv.

 Carros 

Os emplacamentos de carros de 2016 para 2017 ficaram com números estáveis na cidade. No ano passado, a Divinópolis ganhou 1.470 novos veículos e, no exercício anterior, foram 1.474 novas unidades.

Apesar da estabilidade de um ano para o outro, em 2015 foram registrados 2.113 carros licenciados.

 Geral

 No geral, contando carros, motos, caminhões e reboques, em dois anos os licenciamentos caíram 38%. Em 2015, a cidade ganhou 4.072 carros e, no ano passado, ficou em 2.496, conforme os números do Sincodiv.

 

Comentários
×