Vendas da Black Friday superam 2016

Jorge Guimarães

Os últimos dias foram de promoções e de muita estratégia para fisgar os consumidores, tanto na “Black Week” ou na “Black Friday”, pois no Brasil tudo vira campanhas para se vender mais. E foi o que se viu ainda durante o sábado e domingo, com muitas lojas mantendo suas promoções. O movimento nas lojas, shoppings e ruas foi acima do normal para um fim de semana.

As vendas no comércio de rua e shoppings  este  ano, cresceram 4,9% em todo o país, abaixo dos 11% registrados no mesmo período de 2016. A informação é do Indicador Serasa Experian de Atividade do Comércio. E durante a semana de 20 a 26 de novembro, que o varejo chamou de "Black Week", as vendas caíram 0,8% na comparação com a mesma semana do ano passado.

— Começamos nossa Black Friday no último dia 20 e vamos continuar com ela até o fim do mês. As vendas estão um pouco acima que mesmo período do ano passado, mas já estamos pensando nas promoções de Natal e na de férias — avaliou o gerente de uma loja de material esportivo, Marcelo Naves.

O empresário Dalmo Vasconcelos gostou do resultado, mesmo apesar de ele ter sido pouco acima em relação ao ano passado.

— Nos dias em que estamos vivendo, qualquer número positivo é comemorado. Nossas vendas foram superiores ao ano passado, mas nem tanto — admitiu o empresário.

Net

Pela internet, as vendas continuam a todo vapor e pelo que parece, deve continuar até o fim do mês. Sites como Hotel Urbano, Ricardo Eletro, Shoptime e muitos outros ainda oferecem ofertas de vários itens.

Depois de esperar por grandes descontos do varejo, consumidores encontraram poucas ofertas vantajosas na Black Friday. Alguns como no caso da aposentada Maria Aparecida da Costa, afirmaram não ter encontrado "muitos descontos que valessem à pena".

— Este ano pesquisei antes e não vi nada de atraente em relação aos descontos, nem mesmo pela internet. Pelo menos nos itens que eu me interessei já vi preços melhores durante outras épocas do ano — disse

Horário especial

Já pensando da data atraente que o comércio que é o Natal, a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) Divinópolis divulgou o horário especial de funcionamento durante o mês de dezembro. A mudança é feita em comum acordo com os sindicatos envolvidos.

A alteração começa dia 9, num sábado pós- feriado, com o comércio abrindo às 9h e indo até as 14h. Depois entre os dias 11 e 15, segunda a sexta, o horário passar ser de 9h às 20h e, no sábado, 16, de 9h às 14h. E na semana que antecede o Natal, os horários serão entre os dias 18 e 20, segunda e quarta – feira terá o atendimento de 9h às 20. Já quinta e sexta – feira, passa ser de 9h às 22h, no sábado, de 9h às 19h. No domingo 24, véspera do Natal, de 9h às 17h. Depois e só volta abrir no dia 26, terça – feira, após as 12h.  Para o Réveillon o horário é o tradicional, sendo que no domingo, 31, ficará fechado, o mesmo acontecendo na segunda – feira, dia 1º de janeiro. As portas voltam a ser abertas na terça, 2, a partir das 12h.        

Comentários
×