Venda

Marco Aurélio Braga 

O médico Juarez Guimarães do Amaral optou em abrir mão de alguns dos seus muitos empreendimentos, todos coroados de êxito. O Grupo NotreDame Intermédica (GNDI), presidido pelo empresário Irlau Machado Filho, anunciou nesta semana, a celebração de um acordo de compra do Grupo Santa Mônica – maior operador de saúde verticalizado do Centro-Oeste Mineiro – marcando sua entrada com rede própria no estado de Minas Gerais. A transação está sujeita à aprovação da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) e do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

O valor da negociação foi de R$ 233 milhões, incluindo os imóveis dos dois hospitais, e serão pagos R$ 100 milhões à vista, na data de fechamento da transação, e R$ 133 milhões em seis parcelas iguais e anuais, descontado o endividamento líquido a ser apurado na data de fechamento e abatidas eventuais contingências. Com a conclusão da transação, a companhia passará a deter, de forma indireta, o controle do Grupo Santa Mônica, com 89,9% das quotas da SMV Serviços Médicos LTDA; 92,0% das quotas do Hospital e Maternidade Santa Mônica S.A.; 75,2% das quotas do Instituto de Neurologia e do Coração de Divinópolis (Incord) LTDA; e 86,1% das quotas do Bioimagem Santa Mônica LTDA.

Fundado em 1993, o Grupo Santa Mônica atua em um agrupamento de municípios com mais de 1,1 milhão de habitantes, sendo, destes, 340 mil beneficiários de planos de saúde. Possui uma carteira com cerca de 41 mil beneficiários na região (88% corporativo), com duas unidades hospitalares aqui em Divinópolis e outra em Nova Serrana, totalizando 265 leitos, sendo 65 de UTI, e mais de 28 mil metros quadrados de área construída. O Santa Mônica conta, ainda, com um parque de imagem completo (com tomografia e ressonância magnética) e laboratório de análises clínicas, além de uma operação própria de serviços de hemodinâmica. Em 2019, apresentou um faturamento de R$ 89 milhões, com sinistralidade de 74%.

Com esta aquisição, o Grupo NotreDame Intermédica fortalece sua presença com rede própria em diferentes estados, movimento iniciado em 2019 com a chegada na região Sul, nos estados de Santa Catarina e Paraná, após a compra da Clinipam e, no mês passado, do Hospital do Coração em Balneário Camboriú. O plano de integração prevê sinergias operacionais e a criação de uma nova regional da companhia no estado de Minas Gerais.

O Grupo NotreDame Intermédica é, hoje, a maior operadora de saúde do Brasil, com mais de 50 anos de mercado, 6,2 milhões de beneficiários e uma estrutura própria de atendimento que soma 23 hospitais, 87 centros clínicos, 14 unidades de medicina preventiva, 11 unidades de imagem diagnóstica e 62 pontos de coleta NotreLabs, o laboratório de análises clínicas do grupo.

E-book

A Diretoria Sobre Drogas, em parceria com a Secretaria Municipal de Cultura de Divinópolis, finaliza um e-book que trará a história de dependentes químicos que estão ou já passaram por tratamento. O objetivo é dar voz a essas pessoas, muitas vezes invisíveis, mostrar outras possibilidades e oportunidades. A Prefeitura está produzindo o e-book que será lançado em breve nas redes sociais da Administração e disponibilizado de forma gratuita.

Infância e Juventude

Foi instalada nesta terça-feira, 30, a Vara da Infância e da Juventude na Comarca de Divinópolis em solenidade por videoconferência, transmitida ao vivo nas redes sociais do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG). Durante a solenidade, o presidente do TJMG, desembargador Nelson Missias de Morais, assinou a resolução que instala a nova vara. A instalação da Vara da Infância e Juventude confirma o bom trabalho desta gestão. Após estudos, a Corregedoria optou pela instalação da vara, que vem satisfazer uma reivindicação antiga que proporcionará melhor prestação de serviço ao jurisdicionado, em prol de uma Justiça cada vez mais forte, enfrentando as dificuldades que surgirem no caminho, destacou o juiz diretor do foro da Comarca de Divinópolis, Marlúcio Teixeira de Carvalho.

Comentários
×