Velório de Marília Mendonça será aberto ao público das 13h às 16h

Da Redação

A cantora Marília Mendonça morreu na tarde desta sexta-feira, 5, na Piedade de Caratinga, na Região do Vale do Rio Doce, em Minas Gerais, após a queda do avião que a levava para fazer um show em Caratinga. Além de Marília, estão entre os mortos seu tio e assessor, o produtor, o piloto e o co-piloto.

A assessoria de imprensa da cantora informou na manhã de hoje, 6, que o velório de Marília de seu tio e assessor, será realizado no Goiânia Arena, em Goiânia, Goiás, e será aberto ao público das 13h às 16h. Em nota a assessoria comunicou ainda que o enterro será realizado será fechado apenas para os familiares.

Acidente

O avião em que a cantora e parte de sua equipe estavam caiu a cerca de 3 km do aeroporto onde faria o pouso. A Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) informou por meio de nota que o avião bimotor que transportava a cantora Marília Mendonça e outras quatro pessoas atingiu um cabo de uma torre de distribuição da companhia, na tarde de ontem.

Moradores de Caratinga e região relataram que houve pique de energia e queda de uma torre na cidade no mesmo horário. A Companhia comunicou ainda que “está reativando a Linha de Distribuição (LD) Caratinga 1 – Ipanema 69KV, que interrompeu a energia para cerca de 33 mil clientes dos municípios de Ipanema, Conceição de Ipanema, Taparuba, Pocrane, Mutum e São José do Mantimento, devido a um acidente aéreo”.

Ainda não há informações oficiais sobre a dinâmica do acidente que ceifou a vida da cantora e mais quatro pessoas. A Força Aérea Brasileira (FAB) informou em nota que “na Ação Inicial os investigadores identificam indícios, fotografam cenas, retiram partes da aeronave para análise, ouvem relatos de testemunhas, reúnem documentos”. Apesar disso, nada foi revelado preliminarmente.

 

Comentários
×