Veja a coluna social desta quinta, 14

Marco Aurélio Braga

Nesta semana foi lançado livro póstumo de frei Bernardino Leers, OFM, intitulado “Sete sinais do Espírito Santo e ética cristã”. Por séculos, a Moral Cristã foi vista como uma coleção de culpas e pecados, dentro de um rigorismo em que mais se falava dos erros e punições do que da misericórdia e da graça de Deus. Bernardino apresenta retrata um Deus bom, seguindo, ou mesmo antecipando, as indicações adotadas no Concílio Vaticano II. A obra de 156 páginas é composta por sete capítulos e foi produzida com apoio da Província Santa Cruz, da Gráfica Santo Antônio. A capa traz foto de detalhe do mural pintado por Petrônio Bax, em 1968, e que ainda pode ser visto no hall do Grupo Escolar Padre Matias Lobato. A ilustração da contracapa é "Espírito Santo", de de Job Viana. A apresentação do livro é feita por frei Jonas Nogueira da Costa, OFM e o prefácio por frei Oton da Silva Araújo Júnior, OFM.

Leers OFM

Frei Bernardino Leers, frade franciscano holandês, morou em Divinópolis de 1952 até sua morte, em 2011. Doutor em teologia moral, foi professor na atual Uemg, nas áreas de sociologia, psicologia social e ética; professor de teologia moral na Faculdade de Teologia de Divinópolis, na PUC-MG, no Instituto São Tomás de Aquino (Ista) e na Faculdade Jesuíta de Filosofia e Teologia (Faje); assessor teológico da CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil) e da CRB (Conferência dos Religiosos do Brasil), por longos anos. Figura querida pelos moradores da cidade, ele foi homenageado na 1ª Festa Literária de Divinópolis (Flid). Professor, teólogo, frade e missionário, foi muito importante na cultura, educação e religião no município. Morreu em 2011, aos 92 anos.

Biblioteca particular

Leandro Souto Santos, leitor ávido, colecionador de livros e filho do saudoso Altamiro Santos e de Isa Souto Mayor, já doou parte do seu acervo para a biblioteca municipal Ataliba Lago. Agora, com outros milhares de títulos em casa, optou em criar um espaço literário particular, aberto à visitação, onde as pessoas poderão ter acesso ao seu acervo, garimpado por anos e anos. Depois eu conto!

Mudanças

Tiveram início várias mudanças estruturais internas no prédio da Câmara Municipal de Divinópolis, setores internos foram reestruturados em novas salas, com a redistribuição do espaço, para permitir uma melhor interação entre os servidores e população. O Controle Interno foi instalado em uma sala própria, o espaço é responsável por uma das principais funções de transparência da Câmara e, para isso, precisava ter um espaço próprio que garanta preservação da documentação e também a facilidade de acesso dos vereadores aos documentos. A Escola do Legislativo Dr. Deusdedith Afonso Carrilho, que funciona na sobreloja do Edifício Costa Rangel,  será destinada para a instalação de salas de aula e miniauditório, com telão e datashow, para permitir que centenas de estudantes possam ser recebidos para aulas de cidadania. A Escola do Legislativo já funciona em uma sala do prédio da Câmara, e, devido à grande ampliação dos serviços, necessitou da expansão do espaço. A Internet Popular passará a ser de responsabilidade da Escola do Legislativo, com objetivo de potencializar o uso, visto que, com a democratização e facilidade de acesso à rede mundial de computadores, por meio dos smartphones por toda a população, diminuiu drasticamente o uso deste tipo de prestação de serviço disponível no Centro de Atendimento ao Cidadão (CAC). Por isso, um novo modelo de acesso à Internet Popular será desenvolvido pela Escola do Legislativo. Já o setor de comunicação da Câmara Municipal de Divinópolis também será readequado em novo espaço dentro da sede do Legislativo. O objetivo é reunir a equipe em um mesmo espaço, antes ocupado pela Escola do Legislativo no segundo andar, contribuindo para interação dos servidores que estavam separados em três espaços diferentes. O atendimento à imprensa e uma melhor reestruturação do espaço da TV Câmara permitirá que a informação chegue mais rápido às redes sociais e aos órgãos de comunicação, de uma forma geral.

Novo espaço

A Procuradoria Geral também sofrerá mudanças com a implantação de um espaço reservado para a realização de reuniões das Comissões Permanentes que, em breve, passarão a ser transmitidas pelas redes sociais e canais de comunicação da Câmara Municipal. A Comissão de Direitos Humanos (CDH) também deve passar por um processo de reestruturação interna, ampliando o atendimento e facilitando o acesso da população a este importante órgão interno do Legislativo que realiza o trabalho social e prestação de serviço à comunidade.

 

Comentários
×