Vai economizar

Gisele Souto

Não será com a redução de cargos comissionados, mas a Prefeitura vai economizar. Talvez não o suficiente, no entanto, todo primeiro passo é importante. O Estado liberou a utilização de parte do prédio onde era localizado o Fórum da cidade. O prefeito Galileu Machado (MDB) e assessor especial do gabinete, José Alonso, irão a Belo Horizonte ainda neste mês para assinar o convênio. O Município solicitou o prédio todo, mas vai dividir o espaço com a Secretaria de Estado de Fazenda e o Tribunal de Contas do Estado. Também, de graça, até “injeção na testa”.

Demorou

Se o transcorrer do processo que investiga a denúncia político-administrativa contra o prefeito Galileu Machado (MDB) for longo como a oitiva de ontem, entra para 2020. Se bem que existe um prazo estipulado para encerrar investigação. Porém, tratando-se de um país como o Brasil, não se pode duvidar de nada.  A culpa não é da comissão processante, e sim do sistema do “jeitinho”. Foram nada mais nada menos que sete? desgastantes horas para ouvir as testemunhas de defesa e acusação.  Haja perguntas e explicações.

Mais comentado

Mais uma fase da operação Lava Jato que nada. A hashtag #QuartaFeiraSemBolsonaro foi sugerida pelo perfil do escritor Chico Barney no Twitter e foi o assunto mais comentado ontem pela manhã.  Auxiliares do presidente já estão apreensivos com os efeitos práticos das últimas polêmicas causadas por falas do mandatário. E não é pra menos.

Pela saúde

Chico Barney explica que a ideia é "passar um dia da semana sem tuitar nada a respeito do governo". "Questão de saúde pública." Os internautas contrários ao governo utilizaram a hashtag em posts sobre outros assuntos, enquanto os militantes virtuais favoráveis à gestão também ajudam a impulsionar a hashtag, mas dizendo que não iriam parar de falar sobre o presidente. Neste assunto, sempre tem um próximo capítulo. Aguardemos.

Homenagem

O príncipe imperial do Brasil, Dom Bertrand de Orleans e Bragança, será homenageado amanhã por ocasião do início da comemoração do Bicentenário da Independência do Brasil. No Plenário da Assembleia Legislativa de Minas Gerais será realizada, a partir das 20h, uma sessão especial em homenagem aos 197 anos de independência do Brasil, rememorando todo o processo de autonomia ocorrido entre 1819 e 1822, quando o País se tornou independente.

Escritor

O príncipe é autor do livro Psicose Ambientalista, citado pelo presidente Jair Bolsonaro e seu filho Eduardo em diferentes momentos, e um defensor da restauração do ensino clássico de história focado em datas e fatos heroicos, em contraposição ao “modelo marxista de estudo historiográfico adotado pelo MEC”. Não é à toa que as ideias batem.

Tarde demais

Os casos envolvendo feminicídio só mudam de lugar, mas o desfecho é o mesmo. Praticamente todas as mulheres assassinadas já haviam procurado as delegacias especializadas em Atendimento à Mulher e o histórico de denúncias é grande. A iniciativa tanto da Polícia Civil quanto da Militar em fechar o cerco em uma cadeia de proteção é essencial e muito importante, mas não resolve. As corporações dependem da boa vontade da Justiça para funcione como está no papel.

Exemplo

A agente de saúde Teresa Cristina Peres, de 42, e o filho, Gabriel Peres, de 22, assassinados de forma covarde pelo ex dela, nesta semana em Belo Horizonte, é uma prova de que não funciona da forma que está. Eles voltavam da academia quando foram executados com vários tiros. Câmeras de circuito interno registraram a ação. Contra o assassino havia sete boletins de ocorrência, como de ameaça, lesão corporal e divulgação de fotos íntimas, registrados. A PC afirma ter pedido à Justiça a prisão, o que teria sido negado. O resultado? Mais uma que entra para estatística. Apesar de que estes números só diminuirão quando os homens entenderem que a mulher não é um objeto de sua propriedade. Não ao machismo, chega de impunidade!

Comentários
×