Vacinação contra o sarampo termina hoje

Doses, no entanto, ainda continuarão disponíveis nas unidades de saúde

Matheus Augusto

A “Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo” termina hoje. Durante quase três semanas, as unidades de saúde receberam crianças de seis meses e menores de cinco anos de idade (4 anos, 11 meses e 29 dias) para imunização contra a doença, que voltou a reaparecer no país em 2019. Apesar do encerramento da campanha, a Prefeitura informou que a vacina continuará disponível nas unidades de saúde, uma vez que a imunização é considerada de rotina.

Além disso, a Administração comunicou que ainda não há definição sobre a possibilidade de a campanha ser prorrogada em Divinópolis.

Mobilização

O Dia D da campanha aconteceu no sábado, 19. Em Divinópolis, oito unidades básicas de saúde ficaram abertas entre 8h e 17h para receber a população: Afonso Pena, Bom Pastor, Central, Ipiranga, Nações, Niterói, Nossa Senhoras das Graças e São José.

Segundo o levantamento da Prefeitura, 241 doses da vacina foram aplicadas na oportunidade. Ainda de acordo com o Município, o número também foi positivo para outras doenças.

— Além da vacina tríplice viral (sarampo, caxumba e rubéola), 267 doses de outras imunizações, inclusas no Calendário Nacional, foram realizadas com o intuito de completar os cartões de vacina de toda a população — informou.

Ao Agora, a Prefeitura informou que ainda não há uma parcial do número total de doses aplicadas.

Novembro

A campanha nacional será reaberta no próximo mês, mas com o foco em outro público-alvo, conforme explica a Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG).

— Na segunda etapa, a ser realizada de 18 a 30 de novembro, será o momento para os jovens adultos, com idade entre 20 e 29 anos, se vacinarem. Para essa fase, o Dia D de Mobilização está marcado para 30 de novembro — detalha a pasta.

De acordo com o último boletim epidemiológico da secretaria, divulgado nesta quarta-feira, 23, Minas Gerais tem 74 casos de sarampo confirmados, sendo que nenhum deles foi registrado em Divinópolis.

Apesar da inexistência de casos na cidade, o secretário de Saúde (Semusa), Amarildo Sousa, ressalta que o alerta existe, pois Divinópolis – mesmo com a cobertura vacinal dentro do preconizado pelo Ministério da Saúde – recebe pessoas de outros municípios, que podem estar podem ter contraído a doença.

Quem deve se vacinar?

Em razão do aumento de casos de sarampo em alguns estados, a Secretaria de Estado de Saúde recomenda a “dose zero” a todas as crianças de seis meses e menores de um ano. Além disso, a primeira dose da vacina deve ser tomada assim que a criança completa doze meses. Já a segunda e última dose deve ser aplicada aos 15 meses de idade, e é válida por toda a vida.

Quem tem até 29 anos – um dos focos da campanha de novembro – e tomou apenas uma dose da vacina contra o sarampo, deve tomar outra.

Já para quem não recebeu nenhuma dose, perdeu o cartão ou não se lembra, a SES recomenda tomar duas doses, no caso de pessoas com idade entre 1 e 29 anos, e uma, se tiverem de 30 a 49 anos.

Os cidadãos que ainda tiverem dúvidas devem procurar a unidade de saúde mais próxima.

— Procure a unidade de saúde mais próxima, portando seu cartão de vacina e certifique-se de que todas as doses estão em dia — informou a Prefeitura.

Comentários
×