Vacinação contra a gripe começa hoje

Da Redação

Divinópolis inicia, amanhã, a campanha de vacinação contra a gripe influenza. A ação segue até  31 de maio. Segundo a determinação do Ministério da Saúde (MS), até o dia 18 deste mês, serão vacinados gestantes e crianças entre seis meses e menores de cinco anos.

A partir do dia 22, serão atendidos os seguintes grupo prioritário: pessoas com mais de 60 anos, puérperas (até 45 dias após o parto), professores de escolas públicas e privadas, profissionais da saúde, indígenas, portadores de doenças crônicas não transmissíveis, população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional.

Segundo a Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG), a expectativa é vacinar, ao menos, mais de seis milhões de pessoas. A meta nacional, estipulada pelo MS, é de aplicar a dose em 90% da população dos grupos prioritários.

O secretário Municipal de Saúde (Semusa), Amarildo de Sousa, fala sobre o assunto em uma reunião na manhã de hoje.

Preparação

Na última quarta-feira, 3, os profissionais das unidade básicas em Divinópolis participaram de um processo de capacitação na Central de Imunização da cidade. Os funcionários receberam instruções sobre os cuidados e modo de manusear as vacinas. Segundo informou a Prefeitura, a ação teve como objetivo a “capacitação de qualidade e agilidade no atendimento da população”. 

De acordo com a enfermeira da Central e uma das ministradoras da capacitação, Raquel Assunção, é fundamental o paciente levar seu cartão de vacina. 

— Não somente para o controle da campanha, mas também para a atualização de outras vacinas — destacou.

Dia D

A 21ª Campanha Nacional de Vacinação terá como Dia D a data de 4 de maio. Durante esse dia, as unidades de saúde estarão abertas para a aplicação da vacina. Em Divinópolis os pontos de atendimento são: as Centrais de Saúde Afonso Pena, Bom Pastor, Central, Centro Social Urbano (CSU), Danilo Passos, Ipiranga, Itaí, Nações, Niterói, Nossa Senhora das Graças, São José e Estratégia Saúde da Família (ESF) Ermida.

Doença

O Ministério da Saúde recomenda medidas simples, mas fundamenteis para evitar a contaminação pelo vírus.

— Para prevenir a doença o Ministério da Saúde recomenda à população medidas gerais de proteção, como a constante lavagem das mãos, principalmente antes de consumir algum alimento e a adoção da etiqueta respiratória, que consiste em espirrar na parte de dentro dos cotovelos e cobrir a boca ao tossir, visando a redução do risco de infecção pelo vírus — comunica a SES.

Além disso, a composição da vacina para este ano é diferente da produzida no em 2018.

— O Ministério da Saúde não indica a utilização da vacina com cepas do ano passado, pois ela não tem a mesma composição da vacina de 2019. Isso faz com que a vacina de 2018 não seja eficaz para proteção neste ano — relatou a Secretaria.

Quem apresentar sintomas de gripe deve evitar, por até sete dias (período de transmissão da doença), ambientes fechados e com grande aglomeração de pessoas. A SES também recomenda a ingestão de líquidos e uma alimentação balanceada. 

Comentários
×