Uso indevido de álcool pode ser causa de incêndio que deixou dez mulheres feridas

Da Redação

Quatro vítimas da explosão ocorrida em Itapecerica ontem, 20, foram levadas para o Hospital João XXIII, em Belo Horizonte, e estão internadas na unidade de queimados.

De acordo com o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), a explosão foi causada por manipulação de álcool líquido próximo a uma churrasqueira.

Ainda segundo o Samu, foram encontradas 10 vítimas no local. Inicialmente, elas haviam sido levadas para o Pronto Atendimento de Itapecerica. De lá, a princípio, três foram encaminhadas ao João XXIII, duas para Formiga, duas para Santo Antônio do Monte, uma para Divinópolis, uma para Oliveira e uma ficou em Itapecerica.

Dois helicópteros do Batalhão de Operações Aéreas do Corpo de Bombeiros, um de Varginha e outro de Belo Horizonte, deram apoio ao Samu na ocorrência.

De acordo com a Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig), as pacientes estão estáveis.

Conscientes  

Apesar da gravidade do acidente, as  vítimas chegaram ao HPS respirando naturalmente, conscientes e conversando, com grau de SCQ (superfície corporea queimada) entre 25% e 30%. As pacientes foram diretamente para avaliação e procedimentos no bloco cirúrgico e, posteriormente, darão entrada no CTI de Queimados, para recuperação.

Vítimas 

Kássia Silene Pereira, 23 anos – levada para o Hospital João XXIII

 

Thais Aparecida da Costa, 26 anos - levada para o Hospital João XXIII

 

Franciane Aparecida da Silva Ferreira, 23 anos -  levada para o Hospital João XXIII

 

Bruna Fonseca Santos, 36 anos – levada para Santo Antônio do Monte

 

Rafaela Lamounier Ribeiro, 25 anos – levada para HSJD Divinópolis

 

Renata Fonseca Santos, 23 anos - levada para Oliveira

 

Raquel Fonseca Santos, 23 anos - levada para Formiga

 

Elizabete Fagundes, 25 anos – Ficou em Itapecerica

 

Keslen Lílian Correia Rodrigos, 25 anos - levada para Santo Antônio do Monte

 

Samanta Suzana Ribeiro, 30 anos - levada para Formiga

 

Comentários
×