UPA Divinópolis está entre as unidades que receberá ‘kit intubação’

Medicamentos já estavam em falta na cidade; distribuição deve começar imediatamente

Da Redação

A Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), vem alertando há pelo menos duas semanas sobre a escassez dos medicamentos usados para entubação de pacientes com covid-19, no município. O secretário de Saúde, Alan Rodrigo da Silva, chegou a falar de falta total a partir desta semana, se não chegasse uma nova remessa. A Prefeitura chegou a comprar na última semana de empresas do Sul de Minas, onde há fabricação, mas o montante foi confiscado pelo Ministério da Saúde (MS) que alegou demandas mais urgentes. No entanto, a situação pode ser amenizada nas próximas horas. O governo de Minas, anunciou a chega dos medicamentos para manter a sedação dos pacientes e a UPA Divinópolis está entre as unidades que receberão o kit. Na região Oeste de Minas, a UPA é a única na lista que vai rece receber o medicamento Midazolan.

Minas Gerais recebeu nesta sexta-feira, 2, uma nova remessa destes medicamentos. Conhecidos como “kit intubação”, os bloqueadores neuromusculares são disponibilizados para instituições que tiveram aumento de consumo e que têm estoques suficientes apenas para quatro dias. 

 

Kits

Foram recebidos 1.925 ampolas de rocurônio, 675 ampolas de cisatracúrio (medicamento complementar ao rocurônio), 3.400 ampolas de midazolam e 400 ampolas de norepinefrina. Os kits serão destinados a 15 hospitais de oito macrorregionais: Centro, Leste, Oeste, Sul, Sudeste, Leste do Sul, Norte, Centro-Sul.

Comentários
×