Um passo para trás

José Carlos de Oliveira - Batendo Bola

Pelas últimas notícias, vindas de Belo Horizonte ontem, o futebol nas Minas Gerais, com o Módulo I em primeiro plano, não será retomado em 26 de julho, como queria e pretendia a Federação Mineira de Futebol (FMF). 

Seguindo determinação do Centro de Operações de Emergência em Saúde de Minas Gerais (Coes-MG), a Secretaria Estadual de Saúde vetou na manhã de ontem o retorno das disputas para o mês de julho, ou pelo menos até que seja possível elaborar um protocolo mais seguro para a volta das atividades esportivas.

Sem previsão

As pressões devem acontecer de todos os lados para que uma decisão contrária seja tomada já nos próximos dias, garantindo a volta do futebol. Mas, no que depender dos órgãos de saúde estaduais, isso não acontecerá tão cedo, e o futebol segue sem previsão de volta.

Outro lado

As autoridades do setor apenas cumprem seu papel, mas olham apenas um lado (o seu), porque o retorno do futebol poderia ser bem mais que isso e até mesmo um remédio para muitos que hoje sofrem na quarentena. 

Porque de uma coisa elas (as autoridades) devem ficar cientes: ficar trancado em casa ou em qualquer outro lugar por um longo período, sem perspectivas para o amanhã e sem nada para fazer também mata. E o aumento da violência doméstica, a depressão e outras doenças estão aí para comprovar esta verdade.

Que privilegiem a saúde, sim, mas que olhem para todas as situações. Este é o grande dilema: defender, sim, a vida, mas como um todo!!!

Henrique nasceu de novo

Ao que parece os deuses da bola estão fazendo as pazes com a Raposa e não deixaram que mais uma tragédia se abatesse sobre a já fragilizada família azul. No fim de semana, eles enfim entraram em ação e não deixaram que o volante Henrique fosse morto em grave acidente com seu Land Rover no município de Brumadinho, na noite de sexta-feira.

O acidente

O carro que era dirigido pelo volante estrelado despencou por um penhasco no Mirante do Jatobá, no Parque Estadual do Rola Moça, na cidade da Grande Belo Horizonte. O veículo desceu capotando várias vezes e só foi parar a cerca de 200 metros da estrada.

Milagre

Os bombeiros que atenderam ao chamado de socorro retiraram Henrique pelo teto solar de seu carro. Foi um milagre que o jogador fosse retirado ainda com vida do veículo.

O volante do Cruzeiro, que retornou ao clube há poucos dias, nasceu mesmo de novo, não sofreu nenhum ferimento mais grave e ontem já recebeu alta do hospital Mater Dei, onde ficou em observação nos últimos dias.

Carro desceu capotando pelo penhasco

Chocolate do Voltaço no Flu

Na reestreia do atacante Fred com a camisa do Fluminense, o tricolor carioca levou um chocolate do Volta Redonda, em duelo disputado no estádio Nilton Santos e válido pela Taça Rio no fim de semana. O Voltaço se aproveitou da expulsão do lateral esquerdo Egídio no início do primeiro tempo, antes dos 15 minutos, e sapecou logo 3 a 0 no placar.

Maré de baixa

E não adianta chiar e nem buscar desculpas, a verdade é que os mesmos atletas que colocaram o Cruzeiro na Série B seguem em baixa e dando vexames onde quer que estejam. Ou Fred e Egídio procuram um psicólogo ou acabarão sufocados com os maus resultados. 

Comentários
×