UFSJ comemora dez anos em Divinópolis

Ana Laura Corrêa

Em abril, o Campus Centro-Oeste (CCO) da Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ) em Divinópolis completou dez anos de funcionamento. Neste período, a instituição formou 255 médicos, 289 farmacêuticos, 264 bioquímicos, 297 enfermeiros, além de mestres e doutores.

Para festejar os dez anos, a UFSJ promoverá no próximo sábado, 19, às 9h30, uma mostra, aberta à população, dos cursos oferecidos pela instituição.

— Em estandes nos estacionamentos e hall do campus, professores e alunos apresentarão para a população os cursos de graduação e pós-graduação, tirando dúvidas e mostrando os projetos e pesquisas desenvolvidas — informou a universidade.

Haverá ainda no campus uma praça de alimentação com foodtrucks, barracas de quitutes mineiros, pizzas, doces, churrasquinho, pamonha, feira de produtos artesanais e diversões para crianças.

Cursos

Atualmente, o CCO oferece os cursos de graduação em bioquímica, enfermagem, farmácia e medicina. Já na pós-graduação, são oferecidas as especializações em cosmetologia e manipulação farmacêutica, e as residências em enfermagem na atenção básica/saúde da família e multiprofissional em saúde do adolescente.

A instituição oferece ainda mestrado e doutorado em biotecnologia, ciências da saúde e multicêntrico de bioquímica e biologia molecular. Na área das ciências farmacêuticas e enfermagem, o CCO oferece apenas o mestrado.

Estrutura

O campus possui cerca de 1.300 alunos de graduação, 200 de pós-graduação, 62 técnicos administrativos e de laboratório, 154 professores efetivos e nove substitutos. A maioria do corpo docente da universidade é formada por doutores e pós-doutores.

O campus da UFSJ em Divinópolis ocupa uma área de 30.000 metros quadrados, com seis prédios. A estrutura conta com 51 laboratórios, 31 salas de aula, 17 setores, gabinetes para professores, sala de videoconferência, biblioteca, salas de reuniões, auditório, área de convivência, cantina, restaurante universitário e estacionamentos.

História

O campus da UFSJ em Divinópolis recebeu o nome de Dona Lindu, em homenagem à mãe do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva. A criação da instituição na cidade fez parte da política de expansão de universidades federais adotada pelo ex-presidente em seu governo. Foram criadas, ao todo, 18 instituições em todo o país. Lula esteve na cidade em 10 de agosto de 2010 para inaugurar novos prédios da UFSJ.

— Estamos pagando uma dívida histórica. Muitos meninos que a gente vê na televisão sendo vendidos como bandidos, que praticam violência com 20 anos de idade, são resultado da falta de oportunidade, de esperança. Ninguém consegue sobreviver sem esperança, se não acreditar que tem uma luz no fim do túnel para que ele possa ter acesso à claridade — afirmou Lula na época.

As aulas no campus, no entanto, já aconteciam desde o dia 2 de abril de 2008.

 A escolha do município para abrigar o CCO foi resultado de minuciosa análise do perfil social da região, que tem mais de 1,12 milhões de habitantes, 96% dos quais em áreas urbanas e com indicadores de saúde ainda insatisfatórios — informou a universidade.

Comentários