Trio é preso suspeito de roubar 17 cabeças de gado em Carmo do Cajuru

Animais da raça Tabapuã tem grande valor de mercado

Bruno Davi Bueno

Três homens — 43, 53 e 62 anos —foram presos suspeitos de roubar 17 cabeças de gado na noite de ontem, 7, em Carmo do Cajuru. Segundo informações da Sétima Região da Polícia Militar (7ºRPM), os suspeitos teriam interesse nos animais, que foram levados de uma fazenda, para comercialização, já que esses bois — da raça Tabapuã —  tem alto valor de mercado.

Rastreamento

 

Ainda segundo a 7ºRPM, o rastreamento dos suspeitos veio após a Polícia receber denúncias anônimas de que um caminhão boiadeiro estaria atolado em uma região rural da cidade.

— Os militares  então deslocaram imediatamente para as proximidades do local da denúncia, localizando o caminhão denunciado em um frigorífico, carregado com 17 cabeças de gado da raça Tabapuã, animais de exposição de alto valor de mercado — explicou em nota divulgada.

Fraude

Após diversas buscas, os policiais constataram fraude na Guia de Trânsito Animal (GTA) na posse do motorista do caminhão, suspeitando da origem do gado.

Ao contatarem no sistema de dados, foi descoberto que os animais eram de propriedade de um fazendeiro de Abaeté, que foi até o local e reconheceu a carga.

Prisão

O motorista do caminhão foi preso pelo crime de furto e utilização de documento falso, sendo levado até a Delegacia. Após depoimento do motorista, foi realizado a prisão de mais dois suspeitos que teriam ajudado a operação.

Além das 17 cabeças de gado de alto valor encontradas, a PM apreendeu o caminhão que foi utilizado no crime.

O caminhão utilizado no crime. (Foto: PM/Divulgação)

Em andamento

Pela manhã, através de nota divulgada, a 7ºRPM informou que outras informações do caso podem vir à tona.

— A ocorrência ainda está em andamento na Delegacia de Polícia, em Divinópolis, estando o Comandante da Polícia Militar em Carmo do Cajuru, Tenente Gustavo Duarte Silva Lima, à disposição da Imprensa, na Delegacia, para maiores informações referentes à está importante ocorrência — explicou.

Comentários
×