TransOeste celebra encerramento do ‘Bom Passeio’

 

Da Redação

O consórcio TransOeste finalizou ontem o “Bom Passeio”. Durante o projeto, mais de 900 crianças do 5º ano de todas as escolas municipais, em 2019, tiveram a oportunidade de conhecer a Biblioteca Ataliba Lago, o museu histórico, a Usina Gravatá, a Escola Municipal de Música Maestro Ivan Silva, o Mercado Central, a Réplica da Igreja Nossa Senhora do Rosário, a Sede do Consórcio TransOeste e a Maria Fumaça. O encerramento aconteceu no auditório da Secretaria Municipal de Educação (Semed).

A solenidade contou com a presença ilustre da Oficina de Música, e as belas vozes do coral entoaram Caetano Veloso e Chico Buarque. Os pais dos alunos, professores e diretores das escolas municipais, vereadores, além dos secretários de Cultura e Educação, também estiveram presentes.

Depois da participação dos alunos nos passeios, eles fazem redações com a temática das viagens relatando as próprias experiências. Os melhores textos foram escolhidos por uma comissão julgadora para serem homenageados.

O concurso “Sempre um Bom Passeio” contou com a participação de 24 unidades escolares que participaram ao longo do ano do projeto “Bom Passeio”. Cada escola teve um aluno premiado, que recebeu a medalha por ter sido o melhor texto, de acordo com a comissão organizadora.

Nesta edição, além dos 24 alunos premiados com medalhas, dois alunos receberam um troféu. Mateus Saldanha Coelho foi o vencedor na categoria “Relato de Passeio” e o estudante Kaylan Eduardo Oliveira Silva foi vencedor na categoria “Artes Plásticas”.

Importância

Segundo a secretária de Educação, Vera Prado, a ação da TransOeste é um grande incentivo cultural aos alunos.

— A proposta do projeto estimula o conhecimento histórico, cultural e a educação patrimonial dos alunos das redes pública municipal — afirmou.

A técnica educacional da Gerência de Políticas Educacionais, Vera Lúcia Martins Gomes, destacou a qualidade dos textos.

— Foram textos muito bons com relatos preciosos do passeio. Eles estão a cada ano superando na escrita deste gênero textual. Não foi fácil para a comissão julgadora definir o primeiro lugar geral. Os textos que ficaram em segundo e terceiro lugares foram também excelentes — relatou.

O projeto, em 2018, levou 1,2 mil alunos para conhecer o patrimônio cultural de Divinópolis, em 35 passeios.

Futuro

A estimativa para 2020 é que o projeto continue inovando e buscando a apreciação feita pelos alunos, professores e demais envolvidos.

A TransOeste diz acreditar que investir na educação é investir em um futuro melhor para a nossa sociedade.

— Através da educação, podemos moldar cidadãos de bem e pessoas capacitadas para estarem desempenhando seu melhor — destaca.

Comentários
×