Torneio valoriza futebol feminino e promove ação social

O evento foi realizado neste domingo, 29, no Centro Campestre e reuniu 80 atletas de seis times de Divinópolis.

Da Redação

O 1º Torneio de Soçaite Feminino do Estrela do Oeste valorizou o futebol feminino e ainda contribuirá com o Instituto Helena Antipoff (IHA) com a doação de alimentos. O evento foi realizado neste domingo, 29, no Centro Campestre e reuniu 80 atletas de seis times de Divinópolis.

A competição começou às 8h30 e terminou no final da tarde. Casa da Limpeza e Palestra fizeram a final do torneio. No tempo normal o placar ficou empatado 1 a 1. A decisão foi para os pênaltis, que na primeira etapa também ficou empatada. As meninas do Palestra venceram nas penalidades alternadas e receberam a taça de campeãs, medalhas e o prêmio de R$ 250.

A coordenadora da competição, Priscila Byanna, destacou a importância da volta das competições e também a ação social.

— Nossa missão foi reunir as atletas talentosas de nossa cidade, bem como promover ação social, isso porque com a arrecadação dos alimentos poderemos ajudar ao próximo. Esse torneio além de incentivar a prática do esporte feminino da nossa região, marca o início de novos tempos, o retorno das competições, dos encontros, e das confraternizações. Agradecemos a todos que vieram prestigiar a competição, amigos, familiares e visitantes — disse.

O presidente do Estrela, Wander de Sousa, fez a abertura oficial do evento e já colocou o evento esportivo no calendário oficial do Estrela.

— É bom ver a dedicação de todos nesta competição. Nosso caminho é incentivar o esporte e hoje temos inúmeras mulheres praticando o esporte. O evento já está no nosso calendário anual para incentivar as mulheres a praticarem a atividade — afirmou.

Também participaram da competição o América, Futzeiras, Tá Passada e Team Girls.

Os alimentos e leites arrecadados serão doados ao Instituto Helena Antipoff. A entidade assistencial sem fins lucrativos é referência estadual no atendimento às pessoas com deficiências intelectual, múltipla e do espectro autista de Divinópolis e região. O instituto foi fundado em 1970.

Comentários
×