Todas as regiões permanecem na onda verde do Minas Consciente

Divinópolis recebe hoje mais doses de Pfizer

Da Redação

Todas as macro e microrregiões do estado estão na onda verde no Minas Consciente. No recorte por macrorregião, o cenário segue favorável, na fase mais flexível do plano de retomada segura das atividades há mais de dois meses. O governo estadual também anunciou a queda de 24% na incidência da covid-15, bem com a marca de 25 casos para cada grupo de 100 mil habitantes, indicador considerado baixo e reflexo da vacinação.

 

Mais doses

A partir das 8h de hoje, a Superintendência  Regional de Saúde de Divinópolis (SRS-Div) inicia a distribuição de 37.638 doses de Pfizer para os 53 municípios da macrorregião Oeste. 

— Vale ressaltar que alguns municípios ainda possuem imunizantes a serem aplicados nas redes de frio municipais — esclarece a SRS.

— Neste caso, as doses destes municípios ficam congeladas na Rede de frio Estadual. À medida que a vacinação vai avançando, o Município solicita o quantitativo desejado para a SRS-Div.  Esta medida é necessária para não se perder doses já que o imunizante da Pfizer, após descongelado, tem validade de 31 dias em temperatura de 2ºC a 8ºC. Vale ressaltar que, em ambiente ultracongelado, -75ºC,  o imunizante tem validade de 6 meses.

Não foi informado o quantitativo específico que Divinópolis receberá. 

 

Queda

A incidência do coronavírus em Minas Gerais atingiu a marca de 25 casos para 100 mil habitantes, o que revela forte desaceleração da pandemia no estado, puxada pelo avanço da vacinação. No Vale do Aço, por exemplo, o indicador ficou ainda mais baixo, com dez confirmações para 100 mil habitantes. 

Somente nos últimos sete dias, a queda da taxa de incidência, no geral, foi de 24%. Para comparação, entre os dias 20 e 27 de março, quando todas as macrorregiões de saúde de Minas Gerais encontravam-se na onda roxa do Minas Consciente, a incidência média foi de 373,18 casos por 100 mil habitantes.

Os números da doença foram apresentados durante a reunião quinzenal do Comitê Extraordinário Covid-19, grupo de trabalho e monitoramento sanitário. O secretário de Estado de Saúde, o médico Fábio Baccheretti, atribui a contínua melhora da situação a uma maior adesão à imunização.

— Os mineiros e as mineiras estão fazendo a sua parte e procurando a vacina. Isso gera um impacto direto em tudo. Os óbitos diminuíram, principalmente entre os idosos, público mais sensível, as internações também tiveram queda, assim como a ocupação de leitos. É um efeito cascata positivo. Queremos que a situação melhore ainda mais, muita gente ainda não tomou a segunda dose, então é preciso colocar o cartão de vacina em dia — advertiu.

 

Leitos e internações

Em Divinópolis, oito pessoas estão internadas nas Unidades de Terapia Intensiva (UTI), entre os 40 leitos disponíveis na cidade para pacientes com covid-19, o que equivale a 20%. No setor de enfermaria, a taxa é de 20,93%, com nove leitos ocupados entre os 43 totais do município.

É importante ressaltar que a desmobilização dos leitos do Hospital de Campanha, anexo à UPA Padre Roberto, representou diminuição significativa no número de leitos totais na cidade — ressaltou a Prefeitura.

 

Comentários
×