Tempestades podem causar acidentes com energia elétrica, alerta Cemig

Da Agência Minas

O Brasil está localizado em uma zona tropical e, por conta disso, nesse período do ano, registra altas temperaturas. Além do calor, também se observa, na transição das estações mais quentes, um fenômeno habitual: as chamadas 'tempestades de verão' que, com frequência, surgem acompanhadas de raios, inundações e rajadas de ventos.

No país, é registrada uma das maiores incidências de relâmpados do planeta. Além disso, somente em Minas Gerais, são contabilizados, anualmente, mais de 1 milhão de raios, descargas atmosféricas que podem causar acidentes com a população e danos ao sistema elétrico.

Em função da maior propensão às tempestades nessa época do ano, o engenheiro do trabalho da Cemig, Demetrio Aguar, apresenta alguns procedimentos que devem ser adotados pela população durante as fortes chuvas, como, por exemplo, desligar das tomadas os equipamentos elétricos, evitando-se o risco de queima e garantido a segurança das pessoas.

— Ocorre da seguinte forma: durante as chuvas, o raio pode cair nas proximidades da edificação ou até mesmo na rede elétrica e chegar às residências por meio da fiação, podendo atingir os moradores. Mas é importante salientar que os equipamentos devem ser desligados antes da tempestade começar, pois há risco de choque elétrico se isso for feito durante a chuva — explica o engenheiro.
 
Demetrio Aguiar alerta, ainda, para os danos que as descargas elétricas podem provocar no corpo humano.

— O raio provoca queimaduras gravíssimas e pode provocar parada cardiorrespiratória, que leva inclusive à morte — reforça.
 
As tempestades também podem causar rompimento de fios elétricos da rede de energia. Nesse caso, é imprescindível que todos se mantenham distantes do local. 

— Caso alguém se depare com um cabo partido, nunca deve se aproximar ou tocar a fiação e, se possível, não deve permitir que outras pessoas se aproximem também. Nestes casos, a recomendação é ligar imediatamente para o Fale com a Cemig, no telefone 116, que funciona 24 horas por dia — destaca o engenheiro.
 
O mesmo cuidado deve ser tomado em caso de queda de árvores sobre as vias públicas, pois elas podem cair sobre as redes elétricas e trazer consigo fios elétricos possivelmente energizados. Escondidos sob as folhas, eles podem causar graves acidentes.
 
Confira, a seguir, outras dicas de segurança durante tempestades:

•    Durante períodos de rajadas de ventos e descargas atmosféricas, a antena de TV pode ficar desregulada. Se isso acontecer, não suba no telhado para ajustá-la, pelos riscos de queda, choque elétrico e de ser atingido por um raio;
•    Se houver a necessidade de utilizar o telefone durante as tempestades, a melhor opção é o telefone sem fio ou o celular, desde que o aparelho não esteja conectado na tomada;
•    Evite a permanência em lajes altas ou locais descampados, jamais se abrigue embaixo de árvores e evite o uso do chuveiro elétrico.

Comentários
×