Taxa de ocupação de leitos de UTI cai 37 pontos percentuais nos últimos 14 dias

Em Divinópolis, 55 pessoas estão hospitalizadas entre os 103 leitos

Da Redação

A Secretaria Municipal de Saúde (Semusa) divulga os indicadores referentes às internações hospitalares de pacientes com sintomas de covid-19 em Divinópolis. Os dados apontam diminuição significativa na ocupação nos hospitais do município nos últimos 14 dias, especialmente nas Unidades de Terapia Intensiva (CTI) Adulto.

Em 28 de junho, o relatório da Semusa apontou que a ocupação de leitos de UTI estava em 84,68%, com 94 leitos ocupados dos 111 totais. Hoje, 12, a taxa é de 53,40%, com 55 pessoas hospitalizadas entre os 103 leitos do município, o que representa uma queda de 37 pontos percentuais. Os índices também apresentaram queda no setor de enfermaria. A taxa de internações caiu de 49,41% para 35,80% nos últimos 14 dias.

A queda das internações foi um dos fatores para a reclassificação do município no programa Minas Consciente, saindo da onda vermelha para a onda amarela, gerando mais flexibilizações em setores da economia. 

Situação nos hospitais

Hoje, 12, a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Padre Roberto está com 46,67% de hospitalizados no CTI, com 14 dos 30 leitos ocupados. Na enfermaria, a ocupação é de 46,88%, com 15 dos 32 leitos ocupados.

A área atendida pelo SUS no Complexo de Saúde São João de Deus está com 13 leitos vagos entre os 20 no CTI Adulto, o que equivale a 35%. Na enfermaria, 17 dos 30 leitos estão ocupados, conferindo 56,67%.

Na saúde suplementar, o Hospital Santa Mônica opera com todos os 10 leitos ocupados no CTI Adulto. O Hospital São Judas Tadeu tem 50% de ocupação, com três leitos disponíveis entre os seis existentes.

A área suplementar do Complexo São João de Deus conta com 43,75% de hospitalizados no CTI Adulto, com sete leitos entre os 16 totais. O Hospital Santa Lúcia conta com um leito disponível entre os 10 na unidade, representando 90%.

Comentários
×