Suspeita de se passar por advogada é presa

Da Redação

A Polícia Civil (PC) prendeu hoje, 13, uma mulher de 33 anos, suspeita de fingir que era advogada para aplicar golpes em Divinópolis e Carmo do Cajuru. Alegando que exercia a profissão, abordava possíveis clientes com a promessa de vencer os processos judiciais.

— A Polícia Civil de Minas Gerais chegou até ela após investigações que a apontaram como a autora dos crimes de estelionato, falsificação de documento público e exercício irregular de profissão, praticados em detrimento de pelo menos cinco vítimas, sendo que eram ludibriadas, uma vez que a vítima se apresentava como advogada e prometia facilidades para ganho de causas — explicou órgão.

Segundo informou a PC, a investigada está presa e à disposição da Justiça.

Comentários
×