Sondagem mantém otimismo na indústria

Pablo Santos

A Federação das Indústrias de Minas Gerais (Fiemg) divulgou a pesquisa sobre a Sondagem Industrial apontando o crescimento da atividade em outubro. O indicador que mede a produção voltou a crescer, após recuo no mês anterior, ultrapassando a linha dos 50 pontos. Na região, o emprego e faturamento estão com saldo positivo.

O índice do emprego apresentou melhora, embora não aponte, ainda, elevação das contratações. A utilização da capacidade instalada efetiva em relação ao usual foi a melhor para os meses de outubro dos últimos três anos. Contudo, os estoques de produtos finais mantiveram-se relativamente estáveis e as empresas encerraram o mês com acúmulo indesejado.

— O índice de evolução da produção voltou a crescer em outubro, registrando 51,3 pontos. Ao longo do ano, o indicador tem orbitado os 50 pontos (valor que separa queda de crescimento), evidenciando que a indústria ainda enfrenta dificuldades no processo de recuperação, tendo em vista a volatilidade dos dados. O indicador de evolução do número de empregados atingiu 49,3 pontos, sinalizando estabilidade na força de trabalho em outubro, ao se aproximar da linha dos 50 pontos. Vale ressaltar que o índice acumula crescimento de 4,4 pontos no ano e, em outubro, registrou o melhor nível desde maio de 2013 (49,5 pontos) – afirmou o estudo.

 Para os próximos seis meses, as expectativas dos empresários são de aumento na demanda, manutenção das compras de matéria-prima e arrefecimento do ritmo de demissões. O indicador que mede a intenção de investimento cresceu, na margem, pelo terceiro mês consecutivo, apontando maior propensão dos empresários a investir.

Centro-oeste

A indústria do Centro-Oeste apresentou crescimento. No acumulado de janeiro a setembro, o faturamento, o emprego e as horas trabalhadas na produção registram variações positivas em relação ao mesmo período do ano anterior.

As vendas, por exemplo, cresceram 8,4% de janeiro a setembro.

O emprego no acumulado do ano avançou 2,2% neste ano na região, finalizou o estudo.

 

Comentários
×