Socorro ao Hospital Regional começa a ser desenhado

Ricardo Welbert

A possibilidade de 54 prefeituras se unirem para terminar construção do Hospital Regional em Divinópolis será discutida na próxima segunda-feira, 18, por conselheiros técnicos do Consórcio Intermunicipal de Saúde da Região Ampliada Oeste para Gerenciamento dos Serviços de Urgência e Emergência (CIS-URG). Representantes de secretários de saúde vão sugerir e debater possíveis soluções, que deverão levar à elaboração de uma proposta a ser apresentada ao Governo de Minas e à Prefeitura de Divinópolis.

De acordo com o coordenador do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), José Marcio Zanardi, serão discutidos o perfil assistencial e a gestão administrativa do Hospital Regional.

— Queremos discutir a importância deste hospital para assistência de saúde na região, principalmente, no que diz respeito à urgência e emergência. Isso se dá uma vez que a implantação do Samu deixou mais claro quais são os vazios assistenciais que existem na nossa região. Isto é, quais são as necessidades hospitalares para dar a melhor assistência aos cidadãos do Centro-Oeste— explicou.

Uma proposta deverá ser elaborada e apresentada na assembleia dos prefeitos do próximo ano e se aprovada essa pauta, ela será apresentada ao Governo do Estado. 

Segundo passo 

O agendamento dessa reunião foi definido durante a mais recente Assembleia Ordinária do CIS-URG Oeste, ocorrida na quinta-feira, 7. Na ocasião, representantes de todos os municípios que integram o consórcio participaram.

Foi a essa reunião que se referiu o vereador Marcos Vinícius (Pros) na terça-feira, durante reunião na Câmara, quando ele disse ter recebido informação do prefeito Galileu Machado (PMDB) de que a formação de um consórcio intermunicipal para terminar as obras do Hospital Regional havia sido confirmada durante um encontro de prefeitos.

As obras do Hospital Regional foram interrompidas em julho do ano passado, quando 80% da edificação estavam concluídos.

Comentários
×