Sociedade pode ajudar na criação do Currículo Referência do Ensino Médio

Da Agência Minas

A versão preliminar do Currículo Referência do Ensino Médio de Minas Gerais já está disponível, em consulta pública, para que os mineiros possam participar da discussão e apresentar suas contribuições, sugestões, dúvidas e questionamentos. Elaborado em sintonia com as diretrizes da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), o documento fica disponível para as considerações da população até o dia 17 de novembro.

Para participar da consulta, é necessário fazer um cadastro na plataforma e acessar os links para cada área de conhecimento:

- Matemática e suas tecnologias;
Linguagens e suas tecnologias;
- Ciências Humanas e Sociais Aplicadas;
Ciências da Natureza e suas tecnologias.

A subsecretária de Desenvolvimento de Educação Básica, Geniana Guimarães Faria, destaca que é muito importante o envolvimento de toda a comunidade escolar na elaboração do Currículo Referência de Minas Gerais para o ensino médio.

— Esse é um documento que deve expressar o desejo de toda a sociedade mineira. É nossa grande oportunidade de fazer considerações e pensar qual educação queremos para os nossos jovens. Esperamos uma participação bastante ampliada e diversa, com olhares que expressem um documento mineiro — reforça Geniana.

Os participantes da consulta pública poderão, por exemplo, sugerir retirada ou acréscimo de conteúdos. As sugestões aditivas deverão ter como objetivo sugerir o acréscimo de novas habilidades ou de modificações nos descritores das habilidades. Já as supressivas (parciais ou totais) terão como objetivo sugerir a exclusão de habilidades ou descritores de habilidades, desde que não estejam previstos na BNCC.

A partir das novas contribuições coletadas, será elaborada a versão final a ser encaminhada para validação e normatização no Conselho Estadual de Educação (CEE).

Guia para participação 

Para auxiliar a sociedade na participação da consulta pública, a Secretaria de Estado de Educação (SEE) elaborou um Guia para Participação. No documento, os interessados podem conhecer mais sobre o processo de criação da versão preliminar e assistir a um tutorial de navegação na Plataforma On-line de Consulta Pública.

Versão preliminar

Para elaboração do documento, no início de 2019, foram selecionados 18 redatores pela SEE e a União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação de Minas Gerais (Undime-MG). Todos eles são educadores com experiência na rede de ensino pública estadual e municipal, e tiveram a oportunidade de participar de formações realizadas pelo Ministério da Educação (MEC).

Os estudantes mineiros também participaram do processo. Em setembro, foi realizado em Minas Gerais o “Dia do Currículo”, que contou com a participação de escolas estaduais e municipais. Durante a ação, os alunos responderam ao Questionário de Escuta para um Novo Ensino Médio. Foi um momento de reflexão e engajamento que contou com a participação de 798 municípios, 3.571 escolas e 151.415 respostas ao questionário.

Ao responderem ao questionário, os estudantes demonstraram preferência por adquirir maior autonomia e flexibilidade em seus estudos, além de anseio por serem apoiados pelos educadores na escolha dos caminhos que irão trilhar após a conclusão do ensino médio.

Educação infantil e fundamental

Em dezembro de 2018, foi homologado o Currículo Referência de Minas Gerais para a educação infantil e ensino fundamental. O documento foi elaborado a partir da Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e é o resultado da revisão dos currículos de todas as redes educacionais mineiras e de um trabalho em regime de colaboração.

​O ano de 2019 é de transição e dedicado à formação dos profissionais da Educação e estudo do Currículo Referência. Já em 2020, ele estará efetivamente nas escolas.

Comentários
×