Só promessas

 

O prefeito Galileu Machado (MDB) manda avisar, por meio de alguns vereadores, que asfaltará todo o bairro Grajaú e adjacências e, é claro, com as obras complementares de drenagem pluvial, água e esgoto. Tudo bem. Este seria o terceiro prefeito a realizar esta obra, orçada há oito aos em mais de R$ 22 milhões, com dinheiro liberado, mas que não consegue nem ser iniciada. Projetada por Demetrius (PT) e conseguida por Vladimir Azevedo (PSDB), as obras do Grajaú e adjacências já nem fazem mais parte das esperanças dos habitantes daqueles bairros.

 E por que não? 

Por causa da enrolação, da incompetência ou má vontade dos homens da famosa “Usina de Projetos”, que conseguiram colocar algo de azarão no projeto, que, depois de licitado, descobre-se que havia um probleminha com uma das construtoras. Quando chove, o bairro não deixa os ônibus subirem o morro e todo mundo chega em casa lambuzado de barro, seja de dia ou de noite. Esperneios já aconteceram de todas as maneiras, mas solução mesmo não foi encontrada. Com dinheiro em mão, com vontade de fazer e com capacidade para isto, é possível que, até o final do seu mandato, o atual prefeito consiga inaugurar uma obra importantíssima, mas relegada por outras situações. Força, prefeito, nem será preciso atrasar o pagamento do pessoal, o dinheiro já está depositado!

 Quarta-feira brava...

 ...para o ex-governador Eduardo Azeredo (PSDB), que acabou sendo mais uma vez condenado ou tendo a sua condenação referendada pelo STJ. Está pego na lei de Ficha Limpa e, se o tribunal o quiser, poderá autorizar a sua prisão, pois, como Lula da Silva, está condenado em segunda instância. Como é do PSDB, inimigo figadal do PT, torcerá com unhas e dentes para que o atual STF, cheio de sectários, desaprovem o que já aprovaram e soltem o ex-presidente, preso há 20 dias em Curitiba.

 Conheço bem o caso...

 ...de Azeredo, pois os jornais que lhe deram credibilidade (o mesmo aconteceu na primeira eleição) acabaram ficando no prejuízo. Este diário deixou de receber na época, da então SMP&B, uma quantia muito boa, para os dias de hoje. Por que isso aconteceu, somente quem participou por dentro do esquema sabe, e o seu principal interlocutor Marcos Valério foi condenado a mais de 30 anos de prisão. Todos os veículos de comunicação que publicaram anúncios de Azeredo perderam dinheiro em razão da confiança e, por que não dizer, da certeza de sua vitória contra Itamar Franco. Deu zebra, e todos ficamos no prejuízo. Ninguém jamais falou neste assunto.

 Muito difícil 

Ontem o dono do JBS, o empresário Joesley Batista, que colocou este país dos políticos mais corruptos do mundo de ponta-cabeça, girou a sua metralhadora para o deputado Ciro Nogueira (PP), falando que lhe entregou uma mala com R$ 500 mil. Rolou dinheiro demais nesta maracutaia entre os irmãos Batista e quase todos os políticos que costumam visitar Brasília todas as semanas. Ainda teremos muitas novidades, pois, como todos os dias a PF faz prisão de corruptos, jornais, revistas, TVs e redes sociais gastarão seus espaços com histórias ainda mais estridentes.

Comentários
×