Situação do Cemitério da Paz é discutida em reunião

Da Redação

Foi realizada, na última sexta-feira, 26, uma reunião emergencial, no Centro Administrativo da Prefeitura de Divinópolis, para discutir a atual situação emergencial do Cemitério da Paz.

Ficou decidido que a Prefeitura será responsável pelo levantamento venal do terreno correspondente aos proprietários. Além disso, os restos mortais dos 18 familiares que não estão representados pela associação, provisoriamente, serão encaminhados para o Cemitério Parque da Serra. Os empresários serão os responsáveis pelos custos do sepultamento dos restos mortais, incluindo as despesas mensais durante o período de dois anos, ou até a permanência das obras no cemitério.

Um banheiro químico deve ser instalado no Cemitério da Paz e os responsáveis devem assumir os custos de sua instalação e manutenção. Em conjunto, engenheiros da Prefeitura e dos autores devem fazer um alinhamento quanto à parte técnica na próxima semana; um estudo arqueológico deve ser apresentado pelos proprietários para definir a retirada dos corpos e o cronograma de obras deve estar em dia.

A próxima reunião ficou agendada para segunda-feira, 8, às 9h.

Participaram da discussão o prefeito, Gleidson Azevedo, a vice-prefeita e secretária Municipal de Governo, Janete Aparecida, secretários de outras pastas, o assessor especial do gabinete do prefeito, além de Diego Francisco Ribeiro e Francis Vanine de Andrade, da Associação Familiares; o representante dos empresários, Leonardo de Lima Naves, e também o controlador Geral do Município.

Comentários
×