Sintemmd realizará nova assembleia

 

Da Redação

O Sindicado dos Trabalhadores na Educação Municipal de Divinópolis (Sintemmd) realizará uma nova assembleia, na próxima segunda-feira, 29, para que os profissionais da educação do Município possam votar a “Operação Tartaruga”. O Agora trouxe com exclusividade nesta quinta-feira, 25, que Sintemmd realizou uma plenária na noite desta quarta-feira, 24, onde os funcionários da educação aprovaram o início da operação a partir da próxima segunda-feira.

De acordo com o diretor de comunicação do sindicato, Gleydson Rogério de Araújo, a nova assembleia será realizada conforme determina o estatuto do Sintemmd. Segundo o diretor de comunicação, a plenária realizada nessa quinta-feira poderia trazer insegurança jurídica para os professores.

— Nós temos que publicar a chamada para a assembleia por meio de edital, em um jornal de grande circulação. Não fizemos isso com a plenária que foi feita quinta-feira, e com isso, o prefeito Galileu Machado (MDB) teria o poder de descontar os nossos dias, nos prejudicando mais ainda, além do salário atrasado — explica.

De acordo com Gleydson, a primeira chamada da assembleia será às 17h e a segunda às 18h. Durante a plenária os servidores da educação decidirão quais medidas serão tomadas, diante do atraso dos salários.

— A assembleia será realizada no Sindicato dos Metalúrgicos, e vamos adotar todos os trâmites legais para que os servidores da educação tenham segurança jurídica em qualquer decisão que tomarem — reforça.

Atraso

A Prefeitura de Divinópolis pagou apenas R$ 1 mil aos funcionários da educação no dia 5 de outubro. Com a “Operação Tartaruga” as aulas serão das 7h às 9h30. O Poder Executivo negou que tenha recebido repasses atrasados do Fundeb e afirmou que, diferente do que está circulando nas redes sociais, o Governo do Estado deve ao Município mais de R$ 12 milhões referentes ao Fundeb.

Em nota, a Prefeitura reforçou que tal boato tenta induzir a população ao erro, e que todas as informações pertinentes ao repasse de recursos por parte dos governos Estadual e Federal são públicas, estando atualizadas no Portal da Transparência, no site da Prefeitura www.divinopolis.mg.gov.br. Ainda conforme explicou o Poder Executivo, a verba do Fundeb é “carimbada”, ou seja, tem destinação específica, não podendo ser utilizada para outro fim, se não o pagamento dos salários dos professores.

— Não faria sentido imaginar que o Município teria disponível os recursos e não fizesse a quitação total dos salários. Qualquer boato neste sentido só pode ser fruto do interesse em se tumultuar a já precária condição dos Municípios e um desrespeito ao controle social, já que um Conselho Municipal, com representantes de vários segmentos, acompanha toda a movimentação dos recursos do Fundeb  — afirma a nota.

 

Comentários
×