Sindijori 08-04-21

Rede de Notícias Sindijori MG

Profissionais vão receber ajuda

Os médicos e enfermeiros do Hospital Universitário Clemente de Faria, vinculados a Universidade Estadual de Montes Claros receberão o pagamento da ajuda de custo do Estado. O benefício atende aos servidores com regime de plantão de seis ou mais horas diárias, que até então não eram contemplados. Após diálogos com a equipe de Governo, a demanda foi apresentada em conjunto entre a Reitoria, Pró-Reitoria de Planejamento, Gestão e Finanças e Diretoria de Desenvolvimento de Recursos Humanos diante da necessidade em atender aqueles profissionais que até então não eram contemplados dentro do segmento de saúde. (Gazeta Norte Mineira- Montes Claros)

Autorizado Hospital de Campanha

Os vereadores aprovaram por unanimidade a autorização para implantação de uma Unidade de Saúde Temporária, mais conhecida como Hospital de Campanha, em Muriaé. Por determinação do presidente da Câmara, o projeto foi lido e colocado em votação em caráter de urgência na sessão desta terça-feira, 6. No entender das autoridades de saúde, tal votação urgente se fez necessária para viabilizar a disponibilidade de mais leitos específicos para tratamento da covid na cidade, a fim de amenizar os impactos e contribuir para a reabertura do comércio, ao desafogar o sistema de saúde e aumentar a capacidade de atendimento, caso necessário. (Gazeta de Muriaé)

Mariana terá fundo de proteção

A Prefeitura de Mariana sancionou lei referente ao Fundo Municipal de Proteção e Bem-Estar Animal, que capta, aplica recursos financeiros e fomenta ações voltadas à proteção e bem-estar dos animais, bem como permite medidas de controle populacional e de ações de prevenção de zoonoses. O recurso inicial, no valor de R$ 50 mil, será regido pelo Conselho Municipal de Proteção Animal. A regulamentação permite a captação de recursos através de doações, acordos, contratos, consórcios, convênios, termos de cooperação e mais modalidades de fomento que serão estudadas e avaliadas pelos conselheiros. (Jornal O Liberal- Itabirito)

Uberaba tem 38 pacientes na fila

Apesar de o governo de Minas ter dobrado o total de leitos de UTI e enfermaria, o Estado estava com 1.337 pessoas na fila de espera para internação, terça-feira, 6. Deste total, 525 aguardavam leitos de UTIs e 812 pacientes esperavam vaga em enfermaria, segundo informou o governador Romeu Zema em suas redes sociais. Uberaba está nestas estatísticas. Segundo informações da Secretaria Municipal de Saúde, o número de pacientes aguardando a enfermaria para tratar a covid-19 em Uberaba são 21. Já os pacientes que aguardavam uma vaga em são cinco. Também pacientes não covid aguardavam vagas para internação, sendo 12 pessoas. (Jornal de Uberaba)

Alerta para alto risco de Dengue

A Prefeitura de Divinópolis alerta toda população para o alto risco de epidemia de dengue no município. Esta situação foi levantada pelo último Levantamento de Índice Rápido do Aedes aegypti (LIRAa), realizado no período de 8 a 12 de março e divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde (Semusa). Neste LIRAa foram visitados 4.916 imóveis, em 165 bairros e, de acordo com o relatório, índice de infestação no município está em 7,52%, o que significa alto risco de epidemia de dengue. Segundo o levantamento, 91% dos focos estão nas residências e 9%, nos lotes vagos. (Gazeta do Oeste- Divinópolis)

Aberto cadastro para kit alimentação social

Para atenuar o impacto econômico da pandemia de Covid-19, principalmente nas famílias em situação vulnerável, a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social Trabalho e Habitação (Sedesth) lançou, nesta semana um portal para cadastro de interessados em receber um kit alimentação social. Para solicitar o kit ao Município, o interessado deve acessar a página da Prefeitura na internet e preencher todos os campos solicitados. Após o cadastro, assistentes sociais da Sedesth iniciarão análises criteriosas dos dados informados, inclusive com visitas aos domicílios para conferência da situação de vulnerabilidade. (Diário de Uberlândia)

Câmara aprova compra de cestas básicas

A Câmara dos Vereadores de Leopoldina aprovou por unanimidade o projeto de lei que solicita abertura de crédito especial no orçamento do exercício de 2021, no valor de R$200 mil, para aquisição de alimentos que serão destinados às famílias que se encontram sem recursos e em situação de vulnerabilidade social. O projeto do Executivo, que tem como base a indicação do vereador Ivan Nogueira, não sofreu alterações durante a sessão ordinária da Casa Legislativa, realizada na noite de segunda-feira, 5. Lido e colocado em votação em caráter de urgência, o PL agora será sancionado pelo prefeito Pedro Augusto Junqueira. (O Vigilante Online- Leopoldina)

Comentários
×