Sindicatos barram votação da reforma administrativa da Prefeitura

Pollyanna Martins

O Sindicato dos Trabalhadores Municipais de Divinópolis e Região Centro-Oeste de Minas Gerais (Sintram) e o Sindicato dos Trabalhadores da Educação Municipal do Município de Divinópolis (Sintemmd) conseguiram barrar a votação da reforma administrativa da Prefeitura. O Projeto de Lei do Executivo Municipal (PLEM) 047/2018 foi protocolado na Câmara no final da tarde da última quarta-feira, 4, lido no expediente da reunião ordinária de quinta-feira, 5, e já colocado em votação para a reunião extraordinária de hoje, 9, convocada pelo presidente da Casa, Adair Otaviano (MDB).

A reunião extraordinária foi iniciada por volta das 9h15 e ficou suspensa por mais de uma hora, para que as representantes dos sindicatos se reunissem com os vereadores. Sob a alegação que não foram informados que a proposta tramitava na Câmara, os sindicatos conseguiram adiar a votação e obtiveram um prazo de 15 dias para estudar o projeto. A proposta mal começou a tramitar na Casa e já recebeu críticas, pois irá aumentar a folha de pagamento da Prefeitura em cerca de R$ 260 mil por mês.

Mais informações na edição de amanhã do Jornal Agora.

Comentários
×