Sindicato realiza ato contra atraso do 13°

Da Redação

O Sindicato dos Trabalhadores Municipais de Divinópolis e Região Centro-Oeste de Minas Gerais (Sintram) realizará hoje, 13, uma manifestação na porta da Prefeitura de Divinópolis, contra o atraso do 13° salário dos servidores municipais, a partir das 12h. De acordo com o sindicato, além de cobrar o pagamento do benefício natalino, o objetivo da manifestação é também exigir o enxugamento da máquina pública.

Apesar de ter diminuído o número de cargos comissionados na Prefeitura, no início deste ano, as nomeações voltaram a ser feitas e o Executivo conta hoje com 158 comissionados, sendo apenas 62 ocupados por servidores efetivos, e os 96 restantes por nomeações livres. A presidente do Sintram, Luciana Santos, disse, por meio de nota, que está preocupada, pois a Administração não reduz o número de comissionados.

— Foi uma decisão [de fazer o ato] acolhida em assembleia e esperamos que toda categoria abrace este chamado para mostrarmos nossa indignação com estes atrasos, e o desrespeito da Administração, que não está nem um pouco preocupada com o enxugamento da máquina. Se não tem dinheiro, então passou da hora de enxugar a máquina pública cortar comissionados, unificar secretarias — desabafa.

Em um informativo distribuído nesta segunda-feira, 11, o Sindicado dos Trabalhadores na Educação Municipal de Divinópolis (Sintemmd) também irá aderir à manifestação. De acordo com Luciana, a participação do sindicato irá fortalecer a luta para a quitação do 13° salário.

— Esse apoio dos educadores é fundamental, esperamos um grande ato público para mostrarmos a força do trabalhador municipal, que exige o que lhe é de direito, o pagamento em dia — reforça.

Pagamento 13°

No dia 1° de fevereiro, a Prefeitura de Divinópolis informou, por meio de nota, que existe uma previsão de pagar 50% do benefício dos servidores até o dia 31 de março. Segundo o Executivo, o pagamento seria feito “se o governo de Minas Gerais mantiver os repasses dentro da previsão”.   

Foi publicado no Diário Oficial dos Municípios Mineiros, na última segunda-feira, 11, um edital de notificação, informando que a Prefeitura recebeu entre os dias 1° e 8 de fevereiro vários recursos, sendo R$ 5,9 milhões referente ao Fundo de Participação dos Municípios (FPM), mais de R$ 844 mil referente ao Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA), R$ 45 mil do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), mais de R$ 883 mil do Imposto Sobre Circulação De Mercadorias E Serviços (ICMS) e R$ 342 referente ao Imposto Sobre a Propriedade Territorial Rural (ITR).

A Prefeitura informou, por meio de sua assessoria de imprensa, que o recurso será utilizado para pagar as obrigações patronais do Diviprev, e, se sobrar, será utilizado para pagar a folha de fevereiro.

Comentários
×