Sindicato anuncia ação coletiva contra prefeito Gleidson Azevedo por assédio moral em caso com agente de trânsito

Segundo o sindicato, os servidores da Secretaria de Trânsito, Transporte e Segurança Pública (Settrans) informaram "que toda a categoria se sentiu ofendida pela ação ilegal do prefeito".

Da Redação

O Sindicato dos Trabalhadores Municipais de Divinópolis e da Região Centro-​Oeste de Minas Gerais (Sintram) informou, na tarde desta segunda-feira, 12, que apresentará uma ação coletiva contra o prefeito Gleidson Azevedo (PSC) por assédio moral em razão do ocorrido com o agente de trânsito neste fim de semana. Segundo o sindicato, os servidores da Secretaria de Trânsito, Transporte e Segurança Pública (Settrans) informaram "que toda a categoria se sentiu ofendida pela ação ilegal do prefeito". 

O departamento do Sintram está, no momento, reunindo provas para apresentar a ação coletiva e assegurar "os direitos da categoria".

Confira, na íntegrao comunicado:

O departamento jurídico do Sintram recebeu, na manhã de hoje, 12, o vídeo que retrata o prefeito de Divinópolis, Gleidson Azevedo, desautorizando, em via pública, a ação de um agente de trânsito da Secretaria de Trânsito de Divinópolis (Settrans), em pleno exercício da sua função de fiscalizador das normas de trânsito. No vídeo, o prefeito, Gleidson Azevedo, interfere no trabalho do servidor público, que estava prestando informações a um motorista. No vídeo, Azevedo afronta o trabalhador e ameaça a rasgar a multa, caso o agente tivesse, notificado o motorista. As ilegalidades cometidas pelo prefeito Gleidson somadas a outras condutas reiteradas contra os agentes de trânsito de Divinópolis configuram assédio moral, o qual será objeto de ação coletiva a ser ajuizada pelo Departamento Jurídico do Sintram, em favor da categoria, com pedido de danos morais.

Na manhã de hoje, a diretoria do Sintram teve contato com agente de trânsito e outros servidores da Secretaria de Trânsito e a informação repassada é que toda categoria se sentiu ofendida pela ação ilegal do prefeito Gleidson Azevedo, que virou notícia nos veículos de comunicação da cidade. Segundo os profissionais, essa não é a primeira vez, que ocorre desrespeito e assédio contra os agentes de trânsito pela atual administração, que investe contra os agentes de trânsito na tentativa de jogar a população contra os trabalhadores, que estão cumprindo a função do cargo, para garantir trânsito seguro e ordeiro a todos os cidadãos. Diante do relato dos profissionais, o departamento jurídico do Sintram irá agora reunir provas para ajuizar a ação coletiva para preservação dos direitos da categoria.

Sintram

A diretoria do Sintram mais uma vez repudia a postura do prefeito de Divinópolis, Gleidson Azevedo, que se mostra em total despreparo para o cargo de chefe do Executivo e utiliza as redes sociais de forma maliciosa, na tentativa de jogar à população contra os servidores municipais. Um prefeito, que já mostrou que não respeita as leis, a exemplo do gatilho salarial (Lei 8.083), que se nega a cumprir, e que, definitivamente, não respeita e valoriza o servidor municipal. Um prefeito que  incita a população contra os servidores municipais, numa clara afronta as leis existentes. O Sintram não irá se calar diante das ilegalidades do prefeito de Divinópolis, Gleidson Azevedo, que já mostrou que não serve ao povo ou a cidade, mas sim as suas redes sociais. Ao contrário do chefe do Executivo, o servidor continuará servindo ao povo de Divinópolis e trabalhando amparado pelas leis, cumprindo a missão de atender o cidadão divinopolitano nas diversas áreas do município, e o Sintram orienta a todos os trabalhadores municipais a denunciarem e combaterem esses abusos de autoridade e ilegalidades dentro do município.

Para denúncias ligue 3216-8484 e fale com algum diretor do Sintram.

Comentários
×