Sind-UTE anuncia greve sanitária por tempo indeterminado nas escolas estaduais

Da Redação

O Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação de Minas Gerais (Sind-UTE/MG) anunciou na última semana de uma greve sanitária, por tempo indeterminado, à partir de amanhã, 2, nas escolas estaduais.

 O Governo do Estado informou no início deste mês o retorno das aulas presenciais, no modelo híbrido, mas o Sindicato alega que ainda não há condições sanitárias para que os alunos retornem para as salas de aula.

De acordo com a coordenadora-geral do Sind-UTE/MG, professora Denise Romano, a paralisação será realizada por tempo indeterminado nas regiões onde houver a convocação presencial. Ainda segundo Denise, o ensino remoto continuará a ser prestado aos estudantes, e a greve também se aplica nas Superintendências Regionais de Ensino (SRE’s) e Órgão Central, com a manutenção do trabalho remoto.

- A Rede Estadual de Minas não apresenta segurança sanitária nas escolas para um retorno presencial, o processo de vacinação no Estado não garantiu a imunização completa com a segunda dose na categoria e as crianças e adolescentes sequer têm um cronograma de vacinação. Essa greve sanitária se faz necessária para defender a vida da categoria, dos estudantes e das comunidades escolares – explica.

O Agora aguarda um posicionamento do Sind-UTE sobre a adesão da greve nas escolas em Divinópolis.

Comentários
×