Shoppings e escolas de idiomas podem retornar às atividades

Matheus Augusto 

Após solicitações e discussões, a Prefeitura deve autorizar o funcionamento parcial de shoppings, galerias e similares. Tais estabelecimentos ainda não haviam sido contemplados pela reabertura gradual do comércio.  Decreto foi publicado hoje com as regras para a volta ao trabalho.  Atualmente, Divinópolis tem 2.176 notificação de covid-19. Desses, 394 foram testadas: 182 confirmadas (143 recuperados), 210 descartadas e duas em análise. 

A taxa média de ocupação das Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) está em 46,2%, sendo 24 pacientes internados no setor de enfermaria e 20 em UTIs com quadro sintomático para a doença. Os números fazem parte do boletim epidemiológico divulgado ontem pela Secretaria Municipal de Saúde (Semusa).

Regras

Segundo o decreto, já em vigor, os shoppings centers devem fazer o controle do tráfego das pessoas em seu interior e limitar em 50% o número de vagas nos estacionamentos. O uso de máscaras é obrigatório para clientes, lojistas e funcionários, assim como a aferição de temperatura dos clientes utilizando termômetros digitais no momento da entrada, devendo ser impedido o ingresso de pessoas em estado febril. 

A higienização nas lojas e áreas comuns deve ser reforçada a cada três horas, utilizando água sanitária ou cloro no chão e em partes que podem ser tocadas. Além disso, deve haver a disponibilização de álcool em gel 70% para todos.

O distanciamento social deve em praças de alimentação deve respeitar a distância de dois metros entre mesas, com duas cadeiras em cada uma delas. Os restaurantes e lanchonetes vão atender, porém fazendo a higienização imediata das mesas após cada utilização.

É necessário também o controle no acesso aos elevadores, com limitação de três pessoas por vez. O espaçamento serve também para as escadas rolantes, sendo uma pessoa a cada três degraus. 

O acesso aos sanitários também será regulado, com higienização a cada três horas. Os serviços de fraldário e empréstimo de carrinho de bebês possuirá restrições. Todos os aparelhos de ar-condicionado devem ser desligados, tanto central quanto o interno em cada uma das lojas.

Cinemas, teatros e áreas de lazer para crianças, permanecem fechados – assim como a realização de eventos, ações infantis e de entretenimento.

Os shoppings também devem providenciar a retiradas de bancos, cadeiras e sofás dos corredores.

— Os colaboradores que estejam incluídos nos grupos de risco deverão ser liberados, sem prejuízo de seus salários. Ademais, [fica determinada a] manutenção de equipe reduzida de trabalho, compatível com o fluxo de frequentadores admitido no espaço, com os empregados trabalhando no sistema de rodízio — estabeleceu a Prefeitura.

Os shoppings de atacado e varejo localizados na região do bairro Bom Pastor funcionarão de segunda a sábado, das 8h às 14h, e o Pátio Divinópolis de terça à domingo, das 12h às 20h. Já os Centros de Comércio Popular e as galerias poderão abrir às terças, quintas e sábado, das 10h às 20h. 

Adicional e consequências

O comitê também autorizou a retomada das atividades em cursos livres – idiomas, música, bordado, pintura, informática etc. e profissionalizantes, de segunda a sábado, das 8h às 22h. O uso de máscara e o respeito às determinações sanitárias são obrigatórios.

A Prefeitura alerta que, em caso de descumprimento, os responsáveis podem ser: advertidos, multados, ter o estabelecimento interditado, o alvará cassado ou até mesmo o estabelecimento fechado compulsoriamente pelas autoridades competentes.

Crescimento

A Secretaria Municipal de Saúde também divulgou ontem dados referente às internações por Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG). Segundo o órgão, houve um aumento considerável no índice quando comparado ao ano passado.

Essa mudança significativa pode ser explicada tanto pelo aumento das internações devido à covid-19 quanto pelo acréscimo das notificações de casos nas redes hospitalares públicas e privadas — informou.

Em 2019, foram 12 hospitalização por SRAG, contra 155 registrados neste ano – 39 por covid –, um aumento de 1.192%. Do total, a maior parte dos pacientes são residentes de Divinópolis (64,5%). 87 casos (56,1%) evoluíram para a cura e 38 (24,5%), foram a óbito, informou a pasta.

Orientações

Em continuidade aos trabalhos de Vigilância, a Semusa, em parceria com a Secretaria de Trânsito e Transportes (Settrans), realiza hoje, das 17h às 19h, nos postos de ônibus da rua Pernambuco, a blitz educativa. A mesma ação, no mesmo horário, será promovida na sexta-feira, 5, porém no semáforo da praça Candidés. As orientações visam garantir o cumprimento das determinações dispostas nos decretos em vigor, como o uso obrigatório de máscara. 

— Durante a ação, será monitorada a temperatura da população utilizando termômetros digitais. Por não existir contato físico entre os profissionais da saúde e a pessoa que é examinada, os aparelhos são precisos e seguros. Os cidadãos identificados com estado febril são encaminhados à unidade de saúde mais próxima — destacou a Prefeitura.

Os agentes de trânsito também serão responsáveis por distribuir máscaras. 

Segundo o secretário de Saúde, Amarildo Sousa, as ações educativas reforçam as medidas de prevenção.

— Nós já realizamos algumas blitz pelas vias da cidade, e a população reagiu muito bem. O objetivo é tornar constantes essas ações, gerando assim maior segurança para a população — finalizou.

Comentários
×