Sexta é dia de projeto ‘Intervalo Cultural’

Banda PODgiz, alunos e professores da Escola Estadual São Vicente dividem o palco

Da Redação

A Banda PODgiz leva, amanhã, o projeto ‘Intervalo Cultural’ para a Escola Estadual São Vicente. Mas, desta vez, os alunos é que serão os protagonistas. Professores e alunos do 9º ano do ensino fundamental e dos 1º, 2º e 3º anos do ensino médio trabalharam canções do repertório da banda e produziram documentários, histórias em quadrinhos, esquetes teatrais em cima das letras.

Incrementar

— Há algum tempo, vínhamos pensando em incrementar o projeto — diz o professor e músico da banda, Eduardo Maia.

Segundo ele, o fato de ir às escolas com a aula - show -, por si só, já é um evento de “responsa”, mas proporcionar que alunos e professores coloquem a mão na massa e protagonizem o momento era o que faltava para complementar o projeto.

‘Papo reto’

A PODgiz visita escola públicas de Divinópolis e região desde 2012. Com um “papo reto” com os adolescentes, promove debates sobre temas importantes para a formação dos alunos.

— Participar do ‘Intervalo Cultural’ é um sonho antigo da nossa escola. Além do entretenimento, a banda sacode a moçada com temas atuais, levando-os a reflexões importantes sobre educação, política e vida mesmo. Os alunos saem balançados da apresentação. Recebê-los é motivo de grande alegria pra nós — acrescenta o diretor da escola, Jonas Costa.

Alunos

Sob a monitoria do professor Thales Alexandre, os alunos do 9º ano do ensino fundamental deram uma nova roupagem à letra de uma das canções de rock mais emblemáticas de todos os tempos: Another Brick in The Wall, do Pink Floyd. A música foi base para a produção de um minidocumentário a respeito das opiniões dos próprios estudantes acerca da educação atual. Os alunos participaram democraticamente de uma roda de conversa que resultou na confecção do vídeo.

— Adorei participar do trabalho proposto pelos professores da PODgiz, pois, além de aprender a trabalhar em equipe, coloquei meus conhecimentos sobre arte para funcionar e fiz novos amigos — diz a aluna do 1º ano do ensino médio, Ana Carolina Inácio.

Comentários
×