SES-MG lança ações em comemoração ao dia da Vigilância Sanitária

Da Redação

Com o tema “Se tem saúde, tem VISA”, a Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) irá promover, neste mês, uma série de ações com o objetivo a importância da Vigilância Sanitária na vida das pessoas.  Em Divinópolis, a Superintendência Regional de Saúde (SRS) realiza, nos dias 7 e 8 de agosto, em seu auditório (avenida Antônio Olímpio de Morais, 2.100, Santa Clara) o “Seminário Regional de Vigilância Sanitária”. Em ambos os dias, o início está marcado para as 8h.

Segundo a secretaria, a intenção é mostrar como é fundamental o trabalho dos profissionais dessa área para dar garantias ao consumidor, indo desde a inspeção de alimentos até a fiscalização de estabelecimentos como hospitais e salões de beleza.

— O concurso é uma forma de  reforçar a importância da atuação dos profissionais dos municípios, no sentido de mostrar como o seu trabalho está presente no dia a dia da saúde e em diferentes áreas. A Vigilância Sanitária atua em vários nichos, como social, cultural e até mesmo econômico — ressalta.

Concurso

Dentre os eventos, está o concurso “Dia da VISA 2019”, que visa promover a atuação da Vigilância Sanitária nos municípios do estado. Podem participar profissionais técnicos que trabalham na Vigilância Sanitária dos Municípios. Os dez registros das ações selecionados pelo comitê responsável serão publicados no Instagram da SES (@saudemg), no dia 15 de setembro de 2019, em postagens consecutivas, para votação.

Os cinco primeiros colocados poderão participar, sem custos, do 8° Simpósio Brasileiro de Vigilância Sanitária (Simbravisa), a ser realizado no Expominas, em Belo Horizonte, entre os dias 25 e 27 de novembro de 2019. As inscrições para o concurso podem ser realizadas através do site: http://diadavisa2019.saude.mg.gov.br/.

O Dia da Vigilância Sanitária é celebrado no dia 5 de agosto, com previsto na Lei 13.098, instituída em 2015. A data faz referência ao nascimento do sanitarista Oswaldo Cruz, um dos mais importantes nomes da área. Ele foi responsável pelo controle de epidemias como a febre amarela, a varíola e a peste no início do século XX.

 

Comentários
×