Servidora que usou cargo para obter vantagem pode perder emprego e devolver dinheiro em Divinópolis

Ricardo Welbert

A Prefeitura de Divinópolis analisa a situação de uma servidora acusada de usar o cargo para “obter proveito pessoal em detrimento da dignidade da função pública”.

Conforme o relatório final do caso, publicado nesta quarta-feira, 29, o Município opina pela aplicação da penalidade de demissão e ainda a restituição aos cofres públicos do valor correspondente a 109 dias de trabalho.

— Devendo o referido processo ser submetido ao crivo da autoridade que determinou sua instauração para julgamento — acrescenta.

O nome da servidora não foi divulgado.

Comentários
×